Propriedade sustentável de café conilon é exemplo de produção de qualidade no ES

Imprimir

Uma propriedade sustentável, que produz café conilon no município de Laranja da Terra, região Serrana do Espírito Santo, se tornou exemplo de produção no Estado.

O dono da propriedade é o cafeicultor Adelson Rossman, que há vinte anos decidiu investir no cultivo do café. Assim, ele e sua família passaram a produzir e viver de forma mais sustentável.

A propriedade de Adelson tem 6 hectares destinados à produção de café. Nos outros 14 hectáres, é a natureza quem toma conta. Afinal, segundo ele, não adianta só querer explorar o solo e não ajudar a natureza.

“Tem mata, tem áreas em regeneração, tem pasto que vamos deixar virar área de regeneração também. A natureza agradece, porque, tem locais que não tem como trabalhar com outra cultura, a não ser pasto”, ressaltou.

Adelson disse, ainda, que está satisfeito com os resultados obtidos nos últimos anos. “Em 2015 eu colhia 50 sacas de café por hectare, já no ano passado este número foi para 90 e este ano chegou a 100”.

Irrigação
Na propriedade de Adelson, a água que vai para os pés de café é controlada pelo irrigâmetro, que é um aparelho que mede quando e quanto irrigar. A irrigação foi trocada recentemente para o sistema de gotejamento.

De acordo com o engenheiro agrônomo do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), Anderson Martins Pilon, é muito importante aprimorar este sistema de irrigação, para que no futuro a produção não seja prejudicada, como ocorreu em várias regiões do Estado no período de seca.

“A agricultura teve perda integral, porque ficou sem irrigação nenhuma, sem água. Para nós foi desafiador, pois 4 anos de seca a gente esperava que não fosse sobreviver. É muito importante aprimorar as técnicas de irrigação para evitar este tipo de acontecimento”, afirmou.

Fonte: G1 ES e TV Gazeta ES

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *