Pausa para o Cafezinho: fórum discute estratégias para melhorias do setor

Imprimir
Lilian Trigolo, enviada especial (*)

A pausa para o cafezinho desta vez foi no fórum Mundial de produtores de café, que ocorreu pela primeira vez no Brasil, nos dias 10 e 11 de Julho, no Royal Palm Plaza Resort, em Campinas (SP).Em torno de 1.500 pessoas de 40 países entre eles autoridades, organizações, empresas, cooperativas, produtores de café e representantes de países produtores do Brasil, Colômbia, Índia, Etiópia e Uganda se reuniram no evento, dando ênfase na cadeia produtiva do café, tendo por base a sustentabilidade e qualidade nos cenários econômico, social e ambiental.

No primeiro dia do evento, teve a tão aguardada palestra comandada por Jeffrey D. Sachs, economista norte-americano conhecido pelo seu trabalho como conselheiro econômico da Organização das Nações Unidas (ONU), e renomado professor da Universidade da Colômbia.

Sachs desenvolveu um estudo de sustentabilidade econômica e relatou as dificuldades para países produtores de café.

O economista propôs a criação de um Fundo Global do Café, que seria um financiamento de uma parceria público-privada para ajudar os cafeicultores no alcance do desenvolvimento sustentável.

Também destacou que uma enorme quantia de dinheiro (US$ 10 bilhões por ano) precisaria ser adicionada ao fundo, com uma contribuição inicial de US$ 2,5 bilhões da indústria, e outros US$ 2,5 bilhões com colaboração de empresas públicas e privadas.

O fundo funcionaria como uma proteção social especialmente para os pequenos produtores, dando suporte e acesso a créditos, mercados, ciência agronômica, insumos e treinamentos para aumentar a produtividade e a rentabilidade dos cafeicultores, além da melhoria nos serviços básicos nas regiões produtoras, como saúde e educação visando fortalecer a aplicação das leis trabalhistas, e fornecendo opções de seguro para reduzir os riscos climáticos.

A semente foi lançada. Resta aguardar a reação do mercado e governos dos países produtores de café.

 

 

Lilian Trigolo (*)
Coffee lover, pequena produtora rural e titular da Coluna Pausa pro Cafezinho, publicada no BlogdoMadeira, Jornal Folha de Varginha e Territórios Gastronômicos.

 

 

Participou do Fórum Mundial de Cafeicultores com patrocínio das empresas:

Grupo CW aduana e Triunfo Comex: Grupo com vasta experiência na exportação de commodities e cafés especiais nas mais diversas modalidades de exportação em especial o DAC (Depósito Alfandegado Certificado) atendendo diversas empresas no Brasil e no exterior, expertise na área de logística internacional, benefícios fiscais e tributários,e excelência em serviços de desembaraço aduaneiro , possui certificação ISO9001.

 

 

Grandpa Joel´s Coffee: Produtores de cafés especiais que fazem através da sua marca um trabalho colaborativo, inovador e criativo com produtores locais e parceiros com o seu café especial em sua cafeteria em Santa Rita do Sapucaí-MG.

 

 

WW Trading: Comercial Exportadora e Importadora que atua como ponte entre a empresa e o mundo, promovendo a internacionalização de empresas e fazendo a terceirização de todo o processo de comércio exterior explorando novos nichos de mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *