Muzambinho realizará a 2ª Edição do Concurso Municipal de Qualidade do Café

Imprimir
Na última segunda-feira, 13 de junho, aconteceu uma reunião para definição do regulamento da 2ª edição do Concurso de Qualidade dos Cafés de Muzambinho. Estiveram presentes os representantes do IFSULDEMINAS – Campus Muzambinho, do Sindicato de Trabalhadores Rurais, Assalariados e Agricultores Familiares do Município de Muzambinho (STRMUZ), do Sindicato dos Produtores Rurais de Muzambinho e Região (SPRM), da EMATER – MG e da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente.

O objetivo do concurso é incentivar a produção de cafés de qualidade superior no município, divulgando o potencial dos cafés aqui produzidos, oportunizando aos cafeicultores participantes conhecer as características físicas e sensoriais do café que produzem.

Poderão participar do concurso todos os cafeicultores de Muzambinho que atendam às especificações do regulamento. Para fazer inscrição, o interessado deverá procurar o Sindicato ao qual esteja associado para a entrega das amostras e preenchimento da ficha de inscrição. A data final de inscrição e entrega das amostras será 05 de agosto. O encerramento e entrega dos certificados estão previstos para o dia 21 de outubro na Câmara Municipal de Muzambinho.

Para o Presidente do Sindicato de Trabalhadores Rurais, Assalariados e Agricultores Familiares do Município de Muzambinho, José Olímpio da Silva, a participação no Concurso de Qualidade é uma oportunidade para o produtor conhecer de fato como é o café que ele produz: “Através desse trabalho desenvolvido pelo Instituto, que é respeitado tanto nacionalmente quanto no município, o produtor vai poder saber melhor sobre aquilo que ele produz, se é bom ou se não é”. Segundo ele, a grande maioria dos associados tem origem na Agricultura Familiar e carece muito de uma informação qualificada.

“O Instituto é ponto de referência nacional sobre produção, classificação e qualidade do café – com uma infraestrutura que não encontramos em quase lugar nenhum. Para o produtor, contar com esse tipo de profissionalismo chega a ser quase uma ação pioneira na nossa região. Além, é claro, de todo o trabalho desenvolvido nos últimos anos pelo prof. José Marcos que tem mobilizado muitos produtores e incentivado a organização de associações que promovem esse tipo de trabalho, que sempre ajuda o cafeicultor”, relatou o Presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Muzambinho e Região, Rodrigo de Almeida Machado.

Representantes de diversos setores se reuniram para definir o regulamento do concurso. (Foto: Lucas Constantino)

Essa segunda edição do Concurso de Qualidade dos Cafés de Muzambinho conta ainda com a colaboração da EMATER – MG. “Os concursos são uma excelente oportunidade para os produtores colocarem seus cafés numa vitrine para o mercado. Além disso, é a chance dele saber qual o nível do produto que ele está cultivando. Com esse diagnóstico, ele vai ter a chance de saber o que ele poderá fazer para melhorar seu café e sua produção”, explicou Clovis de Piza, responsável pelo Programa Certifica Minas Café e extensionista da EMATER-MG no município de Muzambinho.

“Além da infraestrutura de referência que o instituto possui, aqui são oferecidos os cursos de Engenharia Agronômica e especificamente, o Tecnologia em Cafeicultura que dão suporte muito importante para esse tipo de conhecimento. E levar todo esse aparato ao produtor, principalmente o de pequena propriedade, é fundamental para desenvolvermos um dos principais produtos da cidade, que é o café”, concluiu Danilo Cesar Tavares, representante da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.

Para os professores José Marcos de Mendonça e Geraldo Gomes, representantes do IFSULDEMINAS – Campus Muzambinho na Comissão Organizadora, trata-se de uma importante oportunidade dos cafeicultores receberem esclarecimentos sobre a qualidade dos seus cafés produzidos, com a disponibilização das informações de classificação física e sensorial dos lotes enviados para o concurso. Além disso, é uma forma de contribuição do Campus Muzambinho e de todas as instituições parceiras, para a divulgação da qualidade dos cafés aqui produzidos, abrindo oportunidades para obtenção de maiores valores na comercialização dos cafés de qualidade superior e contribuindo com a melhoria da qualidade de vida dos cafeicultores e cafeicultoras participantes.

A realização do concurso está sendo concretizada por meio da ação de uma Comissão Organizadora, constituída por representantes das cinco instituições parceiras e por duas subcomissões, sendo a Julgadora, responsável pela avaliação dos cafés e a Auditora, que fará a conferência em todas as etapas do Concurso, sendo esta, constituída pelos representantes da EMATER-MG e da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente.

Para mais informações, entre em contato nas instituições participantes da Comissão Organizadora da 2ª edição do Concurso de Qualidade dos Cafés de Muzambinho.

Fonte: IFSULDEMINAS – Campus Muzambinho (Com texto e fotos de Lucas Constantino)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *