Leilão de grãos especiais da BSCA bate recorde e atinge R$ 6,6 mil a saca

Imprimir
O principal concurso de qualidade para café do mundo, o CoE – Brazil 2019, registrou novo recorde em reais para o preço médio do leilão. O valor de R$ 6.617,92 (US$ 11,8 por libra-peso) por saca de 60 kg é o maior da história em moeda brasileira (dólar a R$ 4,2398, conforme fechamento da terça-feira, 26). O pregão teve seus lotes vencedores leiloados ontem (26), e os 27 lotes foram arrematados por R$ 1.101.799,67 (US$ 259.870,67).

O remate é realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE). Conforme comunicado da BSCA, o maior lance foi de R$ 33.706,53 (US$ 60,1 por libra-peso) por saca, pago pela empresa japonesa Maruyama Coffee Co. à primeira parte do lote campeão, produzido por André Luis Águila Ribeiro, na Fazenda Pai e Filho, em Ibiraci (MG).

A segunda parte desse lote foi arrematada por R$ 28.490,71 (US$ 6.719,82) por saca, pela também japonesa Takamura Coffee Roasters. Na soma, o campeão do concurso foi arrematado por um total de R$ 186,6 mil. “Não havia como ter uma expectativa maior sobre a produção de um lote. Avaliei com 100 pontos, é um supercampeão (…) Esse café, especificamente, foi algo tão multidimensional que, cada vez que nós o provávamos, ele revelava novos sabores, além de limpeza, doçura, raridade e complexidade. Na minha vida, pontuei apenas três cafés com 100 pontos e esse foi um deles”, comentou a respeito do vencedor, na cerimônia de premiação do CoE – Brazil 2019, o jurado internacional Silvio Leite.

O terceiro e o quarto maiores lances foram registrados para o café produzido por Leonardo Montesanto Tavares, na Fazenda Primavera, em Angelândia (MG). A primeira fração desse lote teve cada uma das sacas arrematada por R$ 17.105,64 (US$ 4.034,54) pela empresa Saza Coffee, e a segunda a R$ 14.077,10 (US$ 3.320,23) por saca pela empresa Times Club, ambas também do Japão.

A título de comparação, os desempenhos alcançados no leilão dos vencedores do CoE -Brazil 2019 são substancialmente superiores aos preços na Bolsa de Nova York, principal referência para comércio de café no mundo. O lance pago pelo campeão (US$ 60,1 por libra-peso), por exemplo, é 5.143% superior ao valor de US$ 1,1685 por libra-peso do vencimento março/20 do contrato “C” (fechamento de 26 de novembro), o mais negociado na plataforma nova-iorquina. Já o preço médio do leilão, que ficou em US$ 11,8 por libra-peso, é 1.010% maior que a referência da bolsa norte-americana.

Fonte: Estadão Conteúdo via Globo Rural

One thought on “Leilão de grãos especiais da BSCA bate recorde e atinge R$ 6,6 mil a saca

  • 29/11/2019 at 7:11 pm
    Permalink

    Coitados!!!! Qual país que fizeram esse levantamento!!!!! Aqui não foi!!! Kkkkk

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *