Empreendedor italiano cria capinha de celular que faz café

Imprimir
Produto é fabricado e desenvolvido na região de Nápoles, na Itália. (Foto: Divulgação)
Produto é fabricado e desenvolvido na região de Nápoles, na Itália. (Foto: Divulgação)

É fato que a principal funcionalidade de uma capinha de celular é protegê-lo de quedas e afins. Porém, no final de 2016, um produto batizado como Mokase, desenvolvido em Nápoles, no sul da Itália, propôs uma utilidade diferenciada a este acessório de segurança: fazer café.

Ativada por meio de um sinal do aplicativo Mokase, a capinha prepara o café em cinco segundos. Todo o processo começa com a inserção de um cartucho da bebida no acessório em uma abertura de 0,8 milímetros de espessura.

Após esta etapa, o cliente entra no aplicativo e solicita o café, que é aquecido a 50º C a 60º C por meio de uma bateria de lítio. No final do processo, a capinha de celular deve ser inclinada horizontalmente para que o líquido quente seja despejado no recipiente.

O café quente corre por um micro cano de liga de alumínio e silicone, dentro da capinha, para não danificar o aparelho. O sistema ainda oferece opções para o usuário, como por exemplo café arábico ou clássico.

Cada cartucho resulta em 25 mililítros da bebida, aproximadamente a metade de um copinho de café de plástico. O pacote com 15 cartuchos está à venda no site da Mokase por 9 euros, sem considerar impostos. Já a capinha está avaliada em 49 euros, também sem os tributos de importação.

O empreendedor italiano que idealizou o projeto, Clemente Biondo, captou os recursos iniciais para o desenvolvimento do produto inovador no Kickstarter, o maior site de crowdfunding do mundo. A meta do empreendedor era arrecadar R$ 277.500, no entanto, o saldo final da proposta atingiu apenas R$ 14.800.

A falta de capital para iniciar a produção fez com que o idealizador do projeto buscasse amparo financeiro com seu amigo e investidor Luigi Carfora, um dos responsáveis pela viabilidade comercial do projeto.

Até o momento, a empresa registrou 6.390 pedidos provenientes de 93 países. Nações como Estados Unidos, Brasil, Argentina, Catar, China e Japão estão na lista dos clientes que encomendaram o produto.

“Nosso time está trabalhando para adaptar nosso produto a outros aparelhos eletrônicos, como por exemplo tablets e outros tipos de bebidas”, diz Biondo. O empreendedor planeja vender 1 milhão de unidades até o final de 2017. Números relacionados ao faturamento não foram divulgados.

Atualmente, a empresa disponibiliza a capinha adaptada para os seguintes aparelhos celulares: Iphone 6, 7, 7 plus, Samsung S6,S7 e S8. As opções de cores do produto são duas: preto e branco.

Fonte: DCI (Por João Vicente Ribeiro)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *