BSCA divulga finalistas do concurso de melhores cafés especiais de colheita tardia

Imprimir
Acaba de ser revelada a lista com os finalistas do “Programa Destaque Brasil”, concurso de qualidade destinado aos cafés especiais naturais (colhidos e secos com casca) e aos produzidos por via úmida (cerejas descascados e/ou despolpados) de colheita tardia, realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE).

São 23 amostras classificadas para a etapa final da competição, oriundas das origens produtoras: Montanhas do Espírito Santo, com 13 lotes; Matas de Minas, com sete; e Indicação de Procedência da Mantiqueira de Minas Gerais, com três amostras. Desse total, 16 cafés são produzidos por via úmida e sete são naturais (confira a lista no site da BSCA).

Essas amostras serão avaliadas, de 1º a 3 de fevereiro, por especialistas de comprovada reputação mundial e as melhores classificadas, com base no nível de qualidade dos lotes apresentados e da pontuação média mínima a partir de 87 pontos (escala de zero a 100), serão eleitas as vencedoras da competição e serão leiloadas em pregão presencial de venda do “Programa Destaque Brasil”, em 3 de fevereiro.

BRAZIL. THE COFFEE NATION
O “Programa Destaque Brasil” é ação integrante do projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation”, que é desenvolvido em parceria por BSCA e Apex-Brasil, e tem como foco a promoção comercial dos cafés especiais brasileiros no mercado externo. O objetivo é reforçar a imagem dos produtos nacionais em todo o mundo e posicionar o Brasil como fornecedor de alta qualidade, com utilização de tecnologia de ponta decorrente de pesquisas realizadas no País. O projeto visa, ainda, a expor os processos exclusivos de certificação e rastreabilidade adotados na produção nacional de cafés especiais, evidenciando sua responsabilidade socioambiental e incorporando vantagem competitiva aos produtos brasileiros.

Iniciado em 2008, a vigência do atual projeto se dá entre maio de 2016 ao mesmo mês de 2018 e os mercados-alvo são: (i) EUA, Canadá, Japão, Coreia do Sul, China/Taiwan, Reino Unido, Alemanha e Austrália para os cafés crus especiais; e (ii) EUA, China, Alemanha e Emirados Árabes Unidos para os produtos da indústria de torrefação e moagem. As empresas que ainda não fazem parte do projeto podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones (35) 3212-4705 / (35) 3212-6302 ou do e-mail exec@bsca.com.br.

Fonte: Assessoria de Comunicação da BSCA (Por Paulo André C. Kawasaki)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *