Produtores utilizam R$ 76 bi do crédito rural

Imprimir

A aplicação do crédito rural na agricultura empresarial, entre julho de 2010 e abril de 2011, foi de R$ 76,4 bilhões do total de R$ 100 bilhões disponíveis para a safra atual. Se comparado com mesmo período da safra passada, quando foram liberados R$ 64 bilhões, houve crescimento de 19 % nas aplicações de custeio, comercialização e investimento no setor.

“A taxa de juros subsidiada das linhas de crédito rural possibilita a contratação de mais crédito para o produtor rural, a cada safra, junto ao governo federal. Esse dinheiro destina-se a investimentos em tecnologia no campo e ao aumento contínuo da produção”, afirma a coordenadora de Crédito e Financiamento da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Miriam Custódio.

Os recursos destinados ao custeio e à comercialização alcançaram R$ 57 bilhões no período, o que representa 75% do valor previsto para a safra (R$ 75,5 bilhões). A taxa de juros aplicada na concessão do crédito varia de 6,25% a 6,75 % ao ano.

Para os programas de investimento, foram disponibilizados R$ 18 bilhões na safra 2010/2011. Desse total, R$ 10,5 bilhões são destinados às ações que utilizam recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – Moderfrota, Moderagro, Moderinfra, Produsa, Propflora, Prodecoop, Moderfrota Pronamp, Procap-Agro e Programa ABC. Já foram financiados R$ 4 bilhões do montante disponível. No mesmo período da safra 2009/2010, foram utilizados R$ 3 bilhões para esses programas.

Com relação ao total previsto para investimentos com linhas de crédito especiais a juros controlados (R$ 6,4 bilhões), foram aplicados R$ 8 bilhões. Somente o Programa de Sustentação do Investimento (PSI-BK) aplicou R$ 4,9 bilhões, com juros de 5,5% ao ano, para compra de máquinas agrícolas.  Se comparado com julho a abril de 2009/2010, houve  crescimento de 40%.na liberação de recursos dessa linha especial.

Quanto ao crédito rural destinado a cooperativas, o Programa de Capitalização de Cooperativas Agropecuárias (Procap-Agro) liberou R$ 2,3 bilhões, o que representa um aumento de 656 %, se comparado com mesmo período da safra anterior, no qual o valor liberado foi de R$ 316 milhões. Outros R$ 977 milhões foram contratados pelo Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária (Prodecoop), que equivalem a 49% do previsto (R$ 2 bilhões).

Por meio do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), forram liberados R$ 985 milhões, entre julho de 2010 e abril de 2011, para os médios produtores rurais. No custeio e comercialização do programa, o valor financiado chega a R$ 3,1 bilhões, ou 79% do previsto para o período (R$ 3,9 bilhões). Os recursos liberados representam aumento de 51,6 %, na comparação com o mesmo período de 2009/2010. (Guilherme Araújo)

 
Fonte: MAPA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

bo togel terpercaya

situs togel terpercaya

situs togel terpercaya

10 situs togel terpercaya

situs toto

bo togel terpercaya

agen togel terpercaya

situs togel terpercaya

situs togel resmi

bandar togel online

bandar togel terpercaya

link togel

link slot dana

10 situs togel terpercaya

situs togel terpercaya

5 bandar togel terpercaya

situs toto

situs toto

bandar togel terpercaya

agen togel terpercaya

bo togel terpercaya

situs togel terpercaya

bandar togel terpercaya

slot deposit 5rb

situs toto

toto togel

situs toto

toto togel

situs toto

10 situs togel terpercaya

situs togel resmi

situs togel resmi

bandar togel terpercaya

bo togel terpercaya

situs togel terbesar

situs togel terpercaya

bo togel terpercaya