Franquia de cafeteria móvel vira opção de negócio

Imprimir

O mercado de Itapetininga é estudado para implantação da primeira franquia de cafeteria móvel do país. Criado por empresários de Itu, a Barisly traz uma nova forma de apreciar o café, a bebida mais famosa do país, acompanhado de doces e salgados.

Em visita ao Jornal Correio, o grupo de empresários explicou a facilidade e agilidade do negócio. “Nós projetamos o carro para facilitar a vida do franqueado. Em menos de 10 minutos, o veículo está pronto para operar ou para se deslocar a outro ponto de venda”, explicou Ricardo Mazzoni Cury. 

O empresário disse ainda que “com um investimento de R$ 65 mil, mais o veículo, o interessado tem a franquia pronta para operação. Em 30 dias o franqueado recebe todo o treinamento e o veículo é preparado para a operação”.

Ainda de acordo com Ricardo, o carro possui um gerador. Portanto, os equipamentos podem funcionar sem uma tomada fixa. Além disso, todos os salgados são fabricados e embalados individualmente para não necessitarem de nenhuma manipulação e se manterem sempre dentro do padrão. 

O consumo de café no Brasil em 2013 deve manter o ritmo de crescimento de 2012, quando a taxa de alcançou entre 3,5% a 3,7%. A informação é da Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC), que aponta o café como soberano em restaurantes, bares, padarias e, principalmente na casa dos brasileiros.

Atentos a esse mercado, os empresários Mario Chierighini Filho, Ricardo M. Cury, Plinio Bernardi Junior criaram a Barisly Móvel, uma cafeteria móvel que leva a empresas, escritórios, universidades e eventos o melhor do café gourmet acompanhado de salgados como tortas, quiches, mini salgados, e doces como mousses, cheesecake e servido num espaço prático e charmoso.

Para levar seus produtos a vários pontos da cidade, os empresários criaram um projeto exclusivo para um mini furgão, que leva máquina de café expresso e bebidas quentes e todos os equipamentos e estrutura de uma cafeteria . “Não adaptamos o carro, criamos um modelo exclusivo para receber esse novo conceito de cafeteria móvel”, explica Ricardo, que tem expertise de vinte anos na área de varejo com especialização em gestão de negócios, franquias e canais de distribuição.

Graças a essa mobilidade, a cafeteria móvel pode atender clientes de vários pontos da cidade num mesmo dia. A operação é simples e em menos de uma hora é possível reabastecer o estoque e chegar a um novo ponto, mantendo a mesma qualidade dos produtos.

Correio de Itapetininga 
Carla Flávia Monteiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *