Américo Takamitsu Sato é reeleito presidente da ABIC

Imprimir

O Conselho Deliberativo da ABIC – Associação Brasileira da Indústria de Café, em Assembléia Geral Ordinária realizada na manhã desta terça-feira (25), em sua sede no Rio de Janeiro, elegeu os novos membros do Conselho de Administração para o triênio 2013-2016. Américo Takamitsu Sato foi reeleito presidente da entidade, e passa a ter como 1º vice-presidente o industrial Ricardo Silveira, do Café Cristal, de Minas Gerais.

Para o Conselho de Administração também foram eleitos os seguintes vice-presidentes: Egídio Malanquini (Vista Linda Cafés Especiais – ES), Dagmar O. Cupaiolo (Café Lourenço – SP), Lívio Assayag (Café Manaus – AM), Pavel Cardoso (Café Sobesa – BA), Manoel Assis (Mitsui Alimentos – SP), José Ângelo Marino (Café Itamaraty – PR), José Lúcio Campos (Café Itaú – MG), Luciano Inácio (Café Capital – RJ), e Nilton Luciano (Café Meridional – MS).

Regionalmente, a ABIC passa a ser representada pelos seguintes diretores: Região Nordeste – Francisco Leonel Pereira Freire (Café São Braz – PB), Região Norte – Juliana Vilela Torres (Café Torres – AC), Região Norte/Centro-Oeste – José Iovan Teixeira (Cical Prods. Alimentícios – RO), Região Sudeste – Vagner Lorenzetti Millani (Torref. Noivacolinenses – SP), e Região Sul – Michele Silva Gelsliter (J.J.Mattos Ind. Com de Café – SC).

Esta é a quarta vez que Américo Sato preside a ABIC, entidade da qual é um dos sócios fundadores. Além da gestão que agora se encerra e para a qual foi eleito em 2011, ele também conduziu a ABIC no biênio 1991/1993 e no triênio 1993/1996. Paulista de Cafelândia, Takamitsu Sato é filho de imigrantes japoneses que vieram para o Brasil em busca de oportunidades, que encontraram justamente na lavoura cafeeira. Foi um dos fundadores do Café do Ponto (empresa vendida em 1998 para a norte-americana Sara Lee, atual D. E. Cafés do Brasil) e atualmente está à frente da indústria Café Floresta, de Santos (SP).

Para esta nova gestão, Américo Sato e os demais membros do Conselho elencaram 12 metas, entre elas, a valorização da atividade e do café, através do estímulo ao desenvolvimento tecnológico e de novos produtos; a defesa permanente do interesse dos consumidores, através da autoregulamentação, banindo as impurezas e melhorando a qualidade do café ofertado; incentivar pesquisas sobre as propriedades benéficas do café à saúde e ao prazer, e lutar pela obtenção de linhas de crédito para o setor.

Fonte: Tempo de Comunicação para Abic

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

bo togel terpercaya

situs togel terpercaya

situs togel terpercaya

10 situs togel terpercaya

situs toto

bo togel terpercaya

agen togel terpercaya

situs togel terpercaya

situs togel resmi

bandar togel online

bandar togel terpercaya

link togel

link slot dana

10 situs togel terpercaya

situs togel terpercaya

5 bandar togel terpercaya

situs toto

situs toto

bandar togel terpercaya

agen togel terpercaya

bo togel terpercaya

situs togel terpercaya

bandar togel terpercaya

slot deposit 5rb

situs toto

toto togel

situs toto

toto togel

situs toto

10 situs togel terpercaya

situs togel resmi

situs togel resmi

bandar togel terpercaya

bo togel terpercaya

situs togel terbesar

situs togel terpercaya

bo togel terpercaya