Violência no campo preocupa Guaxupé

Imprimir

A criminalidade em Guaxupé (Sul de Minas), e em especial na zona rural, leva a Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) ao município, nesta segunda-feira (25/4/16). O requerimento para realização da reunião, que terá início às 9h30, é de autoria do deputado Antônio Carlos Arantes (PSDB). A audiência pública acontecerá no Teatro Municipal Arlete Mendes, na Avenida Conde Ribeiro do Valle, 113, Centro.

O parlamentar afirma que foi procurado pelo prefeito Jarbas Corrêa Filho, que teria denunciado aumento nas ocorrências de violência e criminalidade. “Assaltos à mão armada e a comerciantes, que não eram comuns, estão ocorrendo com frequência, assim como os crescentes casos de assassinatos e de tráfico de drogas", relata o deputado. Para ele, a comunidade precisa se sentir segura, por isso quer debater o assunto em parceria com outras prefeituras, vereadores e os comandos da Polícia Militar e Polícia Civil da região.

O deputado completa que o aumento da violência é consequência do corte de investimentos do governo em segurança. "No ano passado, o governo Pimentel cortou em mais de 80% os recursos destinados aos investimentos na infraestrutura, como por exemplo, reforma e construção de delegacias, postos policiais e cadeias públicas. Além disso, cortou mais de 30% nos recursos destinados à manutenção e custeio, verba para gasolina e manutenção das viaturas. Para agravar a situação, o número de policiais é inferior ao necessário", lamentou o parlamentar.

Convidados – Foram convidados o prefeito de Guaxupé, Jarbas Correa Filho; o presidente da Câmara Municipal, vereador Durvalino Gôngora de Jesus; o juiz diretor do Foro da Comarca, João Batista Mendes Filho; o promotor de Justiça da Infância e da Juventude, Alexandre Grillo; o comandante da 79ª Companhia de Polícia Militar de Minas Gerais, major PM Valdeci Donizeti de Mattos; o delegado regional de Polícia, Marcus Roberto Piedade; o prefeito de Juruaia, Álvaro Mariano Júnior; o presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública de Guaxupé, Walmor Zambroti; e o escrivão Paulo César Rossi Elias, representando a Vara da Infância e Juventude.

Fonte: ALMG

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *