UFLA organiza 7º Simpósio da Lavoura Cafeeira com programação que antecede a Expocafé 2016

Imprimir
Com o tema “Manejo para a cafeicultura de precisão”, o 7º Simpósio de Mecanização da Lavoura Cafeeira, organizado pela Universidade Federal de Lavras (UFLA) com o apoio da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), antecede a abertura da Expocafé 2016, no dia 7 de junho. O evento, que tem a coordenação científica do professor Fábio Moreira da Silva (DEG/UFLA), reúne representantes de diversos elos da cafeicultura nacional, sendo uma oportunidade de intercâmbio de informações sobre tecnologias e produção mecanizada.

Na programação, informações atualizadas sobre o desempenho de campo das operações mecanizadas no Sul de Minas e no Cerrado; levantamento de mapas temáticos para a Cafeicultura de Precisão; potencialidade de novas tecnologias em mecanização da lavoura cafeeira; gestão da informação do campo aplicada a mecanização da cafeicultura; potencial das novas cultivares de café desenvolvidas pela Epamig, manejo mecanizado e sustentável da lavoura cafeeira; inovações em manejo mecanizado da lavoura cafeeira e colheita mecanizada e seletiva do café.

A programação será finalizada com o tradicional debate, que reúne pesquisadores, cafeicultores, estudantes e profissionais do mercado.

As inscrições serão feitas no local e custam R$ 100 para profissionais e R$ 50 para estudantes.

Confira a programação completa no site http://www.expocafe.com.br

UFLA e Epamig terão programação conjunta durante Expocafé

A 19ª edição da Expocafé 2016 será realizada de 8 a 10 de junho, no Campo Experimental da Epamig, município de Três Pontas (MG).

Parceiras de longa data, a Epamig e UFLA – agora representada pela Agência de Inovação do Café (InovaCafé), terão programação conjunta no pavilhão tecnológico da Expocafé. Serão doze palestras e minicursos, ministrados por profissionais e estudantes da Universidade e pesquisadores da Epamig. Participam da dessa programação os estudantes integrantes do Núcleo de Estudos em Cafeicultura (Necaf), Grupo de Estudos em Herbicidas, Plantas Daninhas e Alelopatia (GHPD); Núcleo de Estudos em Qualidade, Industrialização e Consumos de Café (QI Café), Núcleo de Estudos em Pós-Colheita do Café (Pós-Café), Núcleo de Estudos em Máquinas Agrícolas e Portáteis (Nemaport), Bureau de Inteligência Competitiva do Café, além da gestora em Inovação do Café e barista da InovaCafé, Helga Andrade.

Os cafeicultores também terão a oportunidade de participar de duas dinâmicas de campo sobre a implantação da lavoura com o uso do polímero hidrorretentor e o uso de açúcar na recuperação de cafeeiro intoxicada por herbicidas. Ambas serão oferecidas nos dias 8 e 9 de junho.

As inscrições para os minicursos e dinâmica de campo são gratuitas e devem ser feitas no local do evento.

Participam desta edição da Expocafé mais de 130 empresas que irão apresentar tecnologias, maquinários, softwares e serviços para o setor. O evento deve movimentar mais de R$ 200 milhões de reais em negócios gerados e prospectados, com expectativa de público de cerca de 20 mil visitantes.

Fonte: Ascom UFLA (Com informações da Ascom InovaCafé e Epamig)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *