Superintendente da Cooxupé falará sobre produção sustentável na Rio+20

Imprimir

Entre os dias 13 e 22 de junho o mundo se voltará para o Brasil para debater os desafios sustentáveis nos mais diversos segmentos e o café, como uma das principais commodities brasileiras, estará em debate. No dia 17 de junho, domingo, o superintendente de Mercado Externo da COOXUPÉ, Joaquim Libânio Ferreira Leite (foto), participará do painel “Standards, Certification and Labelling Schemes: Drivers of Sustainable Consumption and Production”, das 09h30-11h00, no RioCentro, para falar das ações da cooperativa sobre a produção de café sustentável.

Segundo Libânio, a COOXUPÉ desenvolve uma série de projetos que trabalham com o tema, promovendo a qualidade de vida e ações ligadas à sustentabilidade no campo. “Desenvolvemos este trabalho há algum tempo. São metas que nossos clientes e, principalmente o mercado consumidor final, estão propondo para o mundo. Todos querem saber de onde vem o café, como ele foi produzido e a cooperativa, prevendo esta demanda, foi pioneira em uma série de projetos, entre eles o 4C – código de conduta que prevê práticas inaceitáveis no campo”, revela.

Para o superintendente, a cooperativa está trilhando um caminho certo neste sentido, com ótimos resultados. “No ano passado, das 2,4 milhões de sacas de café que exportamos, cerca de 1,7 milhão eram de cafés verificados e certificados”.

Prima Qualità na Rio+20

Além de mostrar as boas práticas na lavoura de café, a COOXUPÉ irá levar seu café gourmet para o evento, que será servido no estande da Confederação Nacional da Agricultura (CNA). De acordo com o superintendente de mercado interno da COOXUPÉ, Lucio de Araújo Dias, o café Prima Qualitá será servido pela segunda vez este ano em um evento internacional. “Estivemos em abril na Feira Internacional de Marselha, na França, também no estande de CNA. Nosso objetivo é mostrar que o maior produtor de café do mundo, o Brasil, não tem só quantidade, mas também qualidade”, avalia.

Produzido pela torrefação da COOXUPÉ, o café gourmet Prima Qualità possui um blend equilibrado, composto por grãos arábicas do Sul de Minas. Ampliando seu mercado consumidor nos últimos três anos, registrando um crescimento de 10% ao ano, o café já está disponível em cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, além de grandes centros e principais capitais do país.

Fonte: Phábrica de Ideias – Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *