Saca de café é negociada a R$ 2,5 mil em leilão de melhores de MG

Imprimir

A cafeicultora Amélia Ferracioli Delarisse, do município de Patrocínio, no cerrado mineiro, foi a grande vencedora do 9º Concurso Estadual de Qualidade de Cafés de Minas Gerais. A saca de café de 60 kg categoria natural (secagem no terreiro) foi vendida por R$ 2,5 mil, o maior lance do leilão do concurso, realizado nesta terça-feira (11).

O segundo maior lance do leilão, R$ 2 mil a saca, foi para o café do produtor José Alexandre Abreu de Lacerda, no município de Espera Feliz, na zona da mata mineira. Ele venceu na categoria cereja descascado (secagem por meio de máquinas).

Os dois lotes especiais de café foram arrematados pelo consórcio formado pelas empresas Academia do Café, Legender Specialty Coffee, Três Corações, Vila Café, e Daterra Coffee.

Foram levados, ainda, com lances que alcançaram R$ 1,5 mil, os demais lotes dos cafés campeões regionais (sul de Minas, Cerrado Mineiro e Matas de Minas) das duas categorias. O café de Amélia Delarisse tem a certificação do programa Certifica Minas Café, desenvolvido pela Secretaria da Agricultura. Os cafés leiloados foram os melhores entre as 1.428 amostras que participaram do concurso em 2012.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *