Robério Silva: cadeia do café da África pode se beneficiar de dificuldades na oferta de outras regiões

Imprimir

A África tem uma “oportunidade única” de aumentar a produção de café e se beneficiar do aumento da demanda, à medida que outros produtores enfrentam problemas na oferta, disse o diretor executivo da Organização Internacional de Café (OIC), Robério Oliveira Silva.

A África se beneficiaria porque “muitos países na América Central e do Sul estão enfrentando dificuldades em manter os atuais níveis de produção”, disse ele em uma conferência em Kampala, capital de Uganda. A ferrugem do café está reduzindo a produção na Costa Rica, em El Salvador, Honduras, Guatemala, Nicarágua, República Dominicana e México.

A produção de café na África caiu desde o colapso do Acordo Internacional de Café em 1989, que resultou em preços menores do grão, disse Silva. A produção de café da África Subsaariana será de 16,8 milhões de sacas em 2012-13, menos que as 21,1 milhões de sacas em 1988-89, mostraram dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). A demanda está aumentando em cerca de 2,5% ao ano.

A reportagem é do Bloomberg Businessweek, traduzida e adaptada pelo CaféPoint.

Fonte: CaféPoint

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *