Revolução no Conilon: Produtores adotam sistema de colheita semi-mecanizada com máquinas Pinhalense

Imprimir
A produção de café no Brasil é crescente, em especial no Conilon, com a recuperação das lavouras pós seca no Espirito Santo e expansão em Rondônia, demandando por ampliação no processo de secagem e colheita. Neste tema, há uma revolução acontecendo no campo, onde os produtores adotam o sistema de colheita semi-mecanizada com máquinas recolhedoras de lona tanto para a colheita com poda ou a derriça na lona, a nova tendência dos produtores.

Atenta a esse movimento, a Pinhalense lança duas colheitadeiras para café conilon no sistema de colheita em lona: a Robusta, que trabalha com a trituração de galhos no processo de colheita, e a Conilona, que opera com derriça, separando as folhas dos frutos do café. São máquinas totalmente adaptadas às necessidades do cafeicultor, equipadas com maior tecnologia e grande robustez.

Conheça melhor suas características e benefícios:

CONILONA

• Nivelamento hidráulico, fácil operação ajustando a máquina a diferentes terrenos
• Menor inclinação da rampa de alimentação
• Mão-de-obra especializada apenas na colheita
• Maior área de limpeza
• Pouca perda de café
• Alta qualidade na abanação
• Reservatório com basculamento traseiro e capacidade de 4.700 litros
• Trator de baixa potência

ROBUSTA

• Nivelamento hidráulico, fácil operação ajustando a máquina a diferentes terrenos.
• Melhor qualidade de abanação
• Alinhamento hidráulico de lona
• Perfeita trituração dos galhos
• Sem desperdício de café na abanação
• Menor inclinação da rampa de alimentação
• Máquina fechada e mais segura, maior segurança de operação do mercado
• Reservatório de 3.570 litros com basculamento traseiro

Sobre a Pinhalense
Líder mundial em tecnologia para processamento de café, a Pinhalense Máquinas Agrícolas conta com três unidades fabris que somam mais de 60 mil m² de planta industrial, em Espírito Santo do Pinhal (SP), onde foi fundada há mais de 67 anos. Com cerca de 820 colaboradores, tem máquinas em operação em quase 100 países para clientes de todos os portes, nos segmentos de café, cacau, castanha, feijão, cereais, pimenta e noz macadâmia. Detém mais de 25 patentes em diversas etapas do processamento, da recepção à exportação, e investe permanentemente em pesquisa de novas tecnologias e qualidade, para evolução dos equipamentos e instalações em funcionamento. Mais informações: http://www.pinhalense.com.br/.

Fonte: ADS Comunicação Corporativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *