Recorde nos volumes exportados de café em 2010

Imprimir

O recorde nos volumes exportados em 2010 e os mais de 6 quilos de café consumidos por cada brasileiro no ano passado – maior patamar já registrado pela indústria nacional – fizeram os preços subirem novamente. Com a valorização de janeiro, foi o oitavo mês consecutivo em que as cotações subiram no Brasil sem qualquer interrupção.

"Os preços do café não voltam mais para os patamares anteriores. Os níveis de negociação foram alterados e já não é mais possível analisar o mercado apenas olhando para o que aconteceu no passado", afirma Eduardo Carvalhaes, diretor do Escritório Carvalhaes. Mesmo com a alta, o analista diz não ver uma corrida no Brasil ou outro país produtor, para ampliação de áreas para café. "Vejo investimentos para aumento de produtividade e redução de custo, mas novas áreas não".

O nervosismo das bolsas internacionais tem influenciado diretamente os preços dos grãos no mercado doméstico. Tanto a soja quanto o milho estão sendo sofrendo na BM&FBovespa os efeitos gerados pelas incertezas climáticas na América do Sul, especialmente na Argentina.

Fonte: Revista Cafeicultura 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *