Receita com embarques de café tem queda de 23% neste ano

Imprimir

Nos três primeiros meses deste ano, o faturamento com as exportações brasileiras de café chegou a US$ 1,3 bilhão, representando uma queda de 23,4% na comparação com o mesmo período do ano passado. O recuo nos preços médios é o principal responsável pela menor receita, segundo informações divulgadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Os preços médios obtidos na exportação estão 22,9% inferiores aos do trimestre anterior, passando de U$ 190,79 para U$ 147,19 a saca.

No período analisado, o volume dos embarques chegou a 8,8 milhões de sacas de 60 kg, leve retração de 0,68%. Nos três primeiros meses do ano, os principais compradores do produto brasileiro foram União Europeia, Estados Unidos e Japão. 

No mercado interno, neste primeiro trimestre, os preços se mantiveram estáveis, alcançando uma média de R$ 490 a saca de café verde da variedade arábica e de R$ 380 a a de robusta.

Entre os tipos de cafés, o verde representou 89,4% do total exportado, com 7,9 milhões de sacas. Em seguida, vem o café solúvel, com 10% (875 mil sacas). O restante foi de café torrado (8.145 sacas) e demais subprodutos – cascas, extratos e películas (60.181 sacas).

Na balança comercial do agronegócio, o café mantém o quinto lugar entre as commodities de maior destaque, representando 6,5% de todas as exportações do agronegócio, seguida do complexo soja, carnes (bovina, de ave e suína), produtos florestais e sucroalcooleiros.

Fonte: InfoMoney

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *