Protetor solar poderá ser feito com café

Imprimir

Uma pesquisa desenvolvida pelo Instituto Agronômico de Campinas (IAC), descobriu que a substância extraída do óleo do grão do café, conhecida como caveol, tem o poder de bloquear os raios ultravioleta, e, por isso, pode ser tanto utilizada na formulaçao de um protetor solar, quanto em produtos indicados para a proteção de equipamentos expostos à radiação solar, como é o caso das placas de asfalto nas estradas. O resultado da pesquisa é inédito e já tem pedido de patente.

A pesquisa ganhou corpo quando, em 2010, a aluna da pós-graduação em Agricultura Tropical e Subtropical, Tais Aleriana Lucon Wagemaker, sob a orientação do pesquisador e diretor do Centro de Café, Oliveiro Guerreiro Filho, defendeu sua tese de mestrado comprovando o potencial do caveol.

De acordo com Nilson Borlina Maia, pesquisador do IAC, o uso do caveol na proteção contra raios ultravioleta é apenas uma das pesquisas desenvolvidas pelo instituto na área. “O potencial do café está muito longe de ser esgotado”, explica. O pesquisador também estuda, em parceria com a Unicamp, o efeito do óleo na cicatrização de úlceras cutâneas, ou seja, feridas.

A pesquisa com o caveol já está concluída, mas depende de parcerias para chegar até o mercado consumidor.

Fonte: Globo Rural Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *