Projeto de secagem estática de café com capacidade de processar 10.000 sacas sem o uso de terreiro

Imprimir

Vocês conseguem imaginar um projeto no qual uma safra de aproximadamente 10.000 sacas não passou pelo terreiro? Pois é exatamente isso que os visitantes puderam acompanhar durante o Dia de Campo Palini & Alves nas Fazendas Reunidas ACP e Filhos, realizado no dia 12 de julho, em Carmo do Rio Claro.

O evento contou com a presença de mais de 250 produtores de diversas regiões de Minas Gerais e São Paulo, além da presença de donos de armazéns na região, pesquisadores, em especial a presença do Professor Ivan Franco Caixeta, do IF Sul de Minas – Campus Machado, e do consultor de café e apresentador do programa “Papo de Cafeicultor”, Guy Carvalho.

Atualmente, os grandes desafios dos cafeicultores estão em buscar a sustentabilidade, a agregação de valor e a redução dos custos de produção. De acordo com o Diretor da Palini & Alves, Carlos Henrique Palini, “o projeto de secagem estática apresentado busca atender exatamente esta demanda de redução de custos, especialmente os relacionados à mão-de-obra”.

Mais informações em http://www.palinialves.com.br

Fonte: Palini & Alves Máquinas Agrícolas Via Peabirus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *