Programa contribui para preservação e produção de café especial em terras indígenas

Imprimir
O Brasil Rural desta segunda-feira (23) falou a respeito da produção de café por comunidades indígenas e de tecnologias que contribuem para a sustentabilidade e preservação dessas terras. O entrevistado foi Henrique Alves, pesquisador da Embrapa Rondônia.

Ouça no player abaixo:

Segundo Henrique, o projeto se baseia nas questões do meio ambiente, leva em consideração a cultura do indígena e a qualidade do produto.

Ele explicou que o café com causa, ao mesmo tempo que tem qualidade, ajuda a conservar a floresta. É uma cultura associada à floresta, que consegue agregar o valor com respeito ambiental e qualidade do grão.

“O café é um dos produtos que o valor está diretamente relacionado à qualidade do grão”, esclareceu.

São mais de 120 famílias indígenas trabalhando com o café e tecnologia.

Em um programa social junto com a Embrapa, Emater, Empresa 3 corações e outros, os indígenas são treinados para ajudar na preservação e produção do café, conservação do solo e pós-colheita. O projeto ajuda a melhorar a quantidade e qualidade do produto.

“Tem tudo para virar um modelo de produção sustentável”, destacou.

O Brasil Rural vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 5h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional AM Rio; sábado, às 5h, pela Rádio Nacional do Alto Solimões e, às 7h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional da Amazônia.

Fonte: Empresa Brasil de Comunicação – EBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *