Produção global de café deve cair quase 1%, diz OIC

Imprimir
A produção global de café na temporada 2019/2020, que vai de outubro a setembro, deve diminuir 0,9%, totalizando 167,4 milhões de sacas, com uma queda de 2,7% na produção de arábica, para 95,6 milhões de sacas, enquanto a safra de conilon deve aumentar cerca de 1,5%, indo a 71,7 milhões de sacas. A estimativa é da Organização Internacional do Café (OIC).

Na América do Sul, a produção de café deve cair 3,2%, para pouco mais de 78 milhões de sacas. Essa projeção acontece por conta do declínio na safra de arábica do Brasil, que viverá seu ciclo bianual negativo.

Na Ásia e Oceania, a OIC vê crescimento de 1,9%, para 49,5 milhões de sacas, principalmente diante de uma recuperação da produção da Indonésia, enquanto no Vietnã a safra deve ficar estável. A América Central e o México poderão ter um acréscimo de 0,9%, para 21,5 milhões de sacas, enquanto a produção da África deve cair em 0,6%, para 18,2 milhões de sacas.

Já a demanda global de café em 2019/2020 deve ter uma desaceleração no crescimento, alinhada com a economia mundial enfraquecida, particularmente nos países emergentes e em desenvolvimento. Como resultado, a OIC estima um déficit entre oferta e demanda na ordem de 500 mil sacas na temporada 2019/2020, contra superávit de 3,6 milhões de sacas em 2018/2019.

Fonte: Agência Safras via Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *