Procafé: Desenvolvimento incompleto de frutos de cafeeiros, fenômeno ainda desconhecido

Imprimir
O desenvolvimento normal, completo, do fruto de café ocorre a partir da fecundação da flor, com a formação das sementes no interior do fruto, seu crescimento, nas fases de chumbinho, seguindo-se o estágio de chumbão, o verde granado e o maduro ou cereja, depois passa e secos.

Nesse processo de formação dos frutos podem ocorrer anormalidades já conhecidas, como abortamento de flores, a mumificação e a queda de frutos, a má granação e o chochamento , a formação de frutos com grãos moca e conchas.

Nessa nota técnica relata-se a ocorrência de um fenômeno novo, ainda não descrito em cafeeiros – a manutenção de frutos nos ramos, com desenvolvimento incompleto, ou seja frutos sem sementes. Este problema vem sendo constatado nos últimos anos em região de cafeicultura de montanha , no estado do Espirito Santo, região úmida e fria, onde ocorrem varias floradas.

Os frutos da mesma ou de diferentes florações ficam verdes, pequenos e com a região da coroa bem desenvolvida, na forma de uma pequena taça. Podem ficar numa mesma ou em diferentes rosetas junto a frutos com desenvolvimento normal. Eles são formados a partir de florações aparentemente normais, porem não evoluem.

Ao se examinar, por corte, estes frutos anormais, com desenvolvimento incompleto, verifica-se que a casca é grossa, porem não possuem vestígios de sementes dentro deles, e, como já dito, permanecem presos aos ramos até na época da colheita, se mantendo com a cor verde-amarelada.

Não se conhece, ainda, a causa dessa anormalidade no desenvolvimento dos frutos. Pode ser algum problema na fecundação das flores. Sabe-se, no entanto, que isto representa perda de produtividade nos cafeeiros, pois, sem sementes, não resultam em grãos úteis, a serem utilizados no consumo, após torração.

Fonte: Procafé (Por J.B. Matiello, S.R. Almeida e L. Bartelega – Engs agrs Fundação Procafé, C. Krohlling – Eng Agr Consultor e J. Stockl, F. Stockl e Elizeu J. Hoffman– Técnicos Fdas Stockl, Mal Floriano-ES) via Notícias Agrícolas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *