Pretinho nada básico

Imprimir

Quente, cheiroso e sedutor o café é a bebida mais querida do Brasil
Quente, cheiroso e sedutor o café é a bebida mais querida do Brasil. Espresso ou pingado (café com leite), ele aparece em diversas versões quentes ou geladas, inclusive em forma de drinques sofisticados. E não tem quem resista. Mas além da temperatura exata e da qualidade do grão, alguns critérios devem ser seguidos para extração de um bom café, obedecendo etapas como torrefação, moagem, secagem e outras.

Mas diante de todas as regras exigidas para oferecer uma a xícara perfeita, existe um especialista que segue às riscas, uma por uma das etapas e entende tudo sobre o famoso e querido pretinho, com direito à técnicas e artes em bebidas especiais. Os heróis do café ideal, chamados de baristas, têm total conhecimento da semente à xícara e estão para o café, assim como os sommeliers estão para o vinho.

Já existe um projeto de lei que foi aprovado em 2011, para a regulamentação dos baristas, mas que ainda não foi votado. Enquanto isso, as especializações não param. Escolas e centros educativos oferecem serviços de treinamento e certificação de baristas, além de cursos voltados para história, cultivo, industrialização do grão e preparo de drinques à base de café.

A Coffee Center – o maior centro de soluções em café do Nordeste – realiza mensalmente o curso de barista, sempre na última semana de cada mês, além de curso de degustação, curso de cafés domésticos( para o consumidor) e também o curso de Latte Art (desenhos em capuccinos).
Os baristas contam com apoio da Associação Brasileira de Café e Barista (ACBB) que existe desde 2005 e congrega pessoas físicas e jurídicas atuantes no mercado interno de cafés especiais, incluindo a produção, comercialização, industrialização, distribuição, serviços de apoio, produção de equipamentos e sua distribuição destinada a esse mercado (Amanda Ferreira).

Em busca da xícara perfeita

Para brindar com um bom café não deixe de lado algumas regras básicas na hora de passar sua bebida. Confira algumas dicas para acabar com a fama de café sem gosto ou forte demais e sirva suficientemente quente.

1. Use sempre água mineral

2. Não ferva a água mineral. Caso contrário, a perda de oxigênio altera a acidez do café. Para saber o ponto certo, é preciso observar se a água está em movimento, mas sem bolhas grandes

3. Guarde o pó de café na geladeira depois de aberto. A baixa temperatura preserva os aromas da bebida

4. Não coloque o açúcar junto com a água. Ele muda o ponto de ebulição do líquido e forma um xarope, que altera o sabor do café

5. Cravo e canela em pau podem ser colocados junto com a água para obter um sabor diferenciado

6. O coador de pano deve ser guardado em um recipiente com água, dentro da geladeira. Antes de usar, é preciso escaldá-lo

7. A bebida deve ser consumida em até vinte minutos depois de pronta. Se sobrar, você pode congelar em formas de gelo e bater com sorvete para fazer um drinque gelado

8. Um pó de boa qualidade é essencial para um café mais saboroso

9. Na hora de coar, molhe todo o pó e não fique mexendo com a colher. A água deve passar pelo café para que ele não fique amargo

10. Se utilizar uma garrafa térmica, o café deve ser consumido até 1 hora depois de pronto. O recipiente deve ser lavado com água e detergente neutro depois do uso. Esporadicamente, pode ser colocado de molho com um pouco de bicarbonato ou vinagre.

Fonte: Pernambuco.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *