Perspectivas positivas para clima devem favorecer safra em 2016, diz IBGE

Imprimir

As perspectivas para o clima em 2016 devem ser mais favoráveis à safra de grãos, afirmou nesta terça-feira, 12, o gerente da Coordenação de Agropecuária do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Mauro Andreazzi. Com um regime de chuvas mais próximo da normalidade, a safra de verão, que representa cerca de 70% do total produzido no País, deve ter bom desempenho neste ano.

"O Sul está com excesso de chuva, Centro-Oeste atrasou um pouco o plantio, mas agora parece estar normal. No Nordeste, ainda são projeções, o início da safra é mais para janeiro e fevereiro. O El Niño está influenciando, mas acredito que será um ano melhor de chuvas do que em 2015", disse Andreazzi.

Um dos produtos que será beneficiado é a soja, cuja produção deve romper pela primeira vez a barreira de 100 milhões de toneladas. Outra cultura favorecida é o café, que vem de três anos de baixa, apontou Andreazzi.

"O ano de 2016 dá indicação de recuperação, atingindo patamares de 2012 (antes do período de baixa)", afirmou o gerente do IBGE. "O café depende de chuvas no Centro-Sul, que devem ser melhores. Além disso, a valorização do produto incentivou o agricultor a investir, melhorar a adubação."

Com 89% de informações de campo e o restante de previsões de plantio, o IBGE projeta para 2016 uma nova safra recorde. Neste ano, o País deve colher 210,7 milhões de toneladas, de acordo com o 3º Prognóstico divulgado nesta terça. O volume será 0,5% maior que em 2015.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *