Pássaro Jacu contribui para o sucesso do café do Brasil no exterior

Imprimir

Comer é muito mais do que uma necessidade que nos mantém vivos. É um prazer que reflete o que somos e as influências culturais que sofremos ao longo do tempo. Vivemos e somos o que comemos. Uma das maneiras de conhecer a cultura de um lugar é descobrir os ingredientes que estão à venda nos mercados e feiras, e os sabores que formam a base da gastronomia de um país.

A série "Gosto de Brasil", do Mundo S/A, aborda o comportamento do brasileiro e a produção em pequena quantidade, mas de altíssima qualidade, de produtos e ingredientes brasileiros que alcançaram um diferencial no mercado. O Brasil se destaca no mercado internacional na produção de grãos de altíssima qualidade. O café jacu, um produto caro e raro, é um exemplo deles. No Brasil, o quilo custa R$ 450 e a produção ainda é muito limitada, entre 900 kg e 1 mil kg anuais.

O pássaro jacu come as frutas no ponto certo de maturação, nas montanhas do Espírito Santo, e expele a semente do café, já sem a polpa, que é usada pela fazenda para a produção do café. O que acontece no intestino do jacu ninguém explica, mas o produto é sempre destaque em qualquer degustação de cafés especiais.

Fonte: Mundo S/A – Globo News

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *