Novas imagens enviadas por produtoras mostram floradas por todo o cinturão produtivo do Brasil

Imprimir

Com as chuvas recentes, floradas já podem ser vistas em praticamente todas as principais regiões produtoras de café do Brasil. No início da semana, as flores ainda não estavam generalizadas. Mas, agora, fotos enviadas pelos produtores ao Notícias Agrícolas e postadas em redes sociais, mostram um panorama mais geral da condição no país. Ainda assim, segundo agrônomos, uma produção excepcional segue descartada.

“A florada está muito bonita e perfumada por sinal. Já abriu totalmente. Pelo que observei, nas lavouras mais velhas a desfolha já comprometeu o pegamento da florada. Em algumas que já produziram bem neste ano, não vão produzir em 2018a. No caso das lavouras descansadas, e mesmo com desfolha, essas sim terão um pegamento dos chumbinhos”, afirma o cafeicultor de São Pedro da União (MG), Fernando Barbosa.

Florada do café em Minas Gerais - Foto: Reprodução/Redes Sociais Florada do café em Minas Gerais - Foto: Reprodução/Redes Sociais Florada do café em Cristais Paulista (SP) - Foto: Eduardo ViottoFlorada do café em Botelhos (MG) - Foto: Reprodução/Redes Sociais Florada do café em Apucarana (PR) - Foto: Reprodução/Redes Sociais Florada do café em Ouro Fino (MG) - Foto: Gilmar Lobo

A florada do café arábica, como costuma acontecer, é seguida pelas chuvas que foram registradas em boa parte do cinturão produtivo brasileiro nos últimos dias, com importantes acumulados no Sul de Minas Gerais, maior região de produção do Brasil. A primeira florada da safra 2018/19 do grão havia sido registrada nos primeiros dias de setembro, no entanto, as dúvidas quanto ao pegamento eram enormes. Mesmo com a principal florada agora, as dúvidas são grandes com a produção em 2018.

Analistas internacionais chegaram a apontar no início do ano que a próxima safra do Brasil poderia chegar a 60 milhões de sacas de 60 kg entre arábica e conilon, um recorde, mas agora poucos acreditam nisso. “Como os cafeeiros estão debilitados e com menos folhas que o normal, parte da florada será perdida. Os agrônomos alertam que a possibilidade de uma safra excepcional, recorde, está afastada”, disse o Escritório Carvalhaes, com sede em Santos (SP). Uma das principais corretoras de café do país.

 

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *