Negócios seguem lentos no Brasil, mas embarques têm bom ritmo, avalia Cepea

Imprimir
Apesar de o mercado interno continuar lento, as exportações brasileiras de café estão intensas. De acordo com pesquisadores do Cepea, os recuos dos valores externos e do dólar pressionaram as cotações dos cafés arábica e robusta, o que tem mantido a liquidez baixa no mercado doméstico.

Quanto aos embarques, em fevereiro, especificamente, o volume somou 3,4 milhões de sacas de 60 kg, segundo dados do Cecafé (Conselho dos Exportadores de Café).

Apesar de ser 0,9% inferior à quantidade total embarcada em janeiro, foi um recorde considerando-se os meses de fevereiro.

Caso o atual ritmo se mantenha firme nos próximos meses, o Brasil pode se aproximar de 40 milhões de sacas exportadas na safra 2018/19, o que seria um novo recorde – acima do verificado em 2014/15, quando 36,6 milhões de sacas foram embarcadas.

Fonte: Cepea

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *