Na Cooxupé, Fernando Pimentel diz que será um governador parceiro do café

Imprimir

Durante a visita à Guaxupé, no Sudoeste mineiro, na sexta-feira (3/7), para a inauguração da nova planta industrial de torrefação de café da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé), o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, afirmou que a nova gestão estadual será parceira do café mineiro e destacou a importância do produto e da agricultura para o Estado. Ele conheceu as novas instalações da cooperativa, que foram implantadas dentro do Complexo Industrial Japy.

“O governador de Minas que não valorizar o café, que não prestigiar a atividade agrícola, que não entender a importância desse segmento e todos os seus derivados, num contexto da economia mineira e brasileira, não entende nada de Minas Gerais. É por isso que eu estou aqui, para dizer que nós entendemos, valorizamos e precisamos muito do dinamismo, da competência, do esforço, do trabalho e do resultado que proporciona a Minas e ao Brasil o trabalho de vocês no café. Vocês vão ter nesses próximos anos um governador parceiro do café”, afirmou o governador em seu discurso.

Considerada uma das maiores produtoras de café do mundo, a Cooxupé investiu R$ 18 milhões na construção da nova indústria de torrefação que, a partir de agora, irá elevar sua produção de café torrado e moído de 300 mil quilos para 500 mil quilos por mês. As novas instalações da cooperativa possuem mais de 3,1 mil m² de área de produção e conta com uma equipe de mais de 100 trabalhadores. Agora, todo o processo do recebimento da matéria-prima ao empacotamento e à expedição do café passa a ser automatizado, com a utilização de maquinários de última geração.

Atualmente, a Cooxupé responde por quatro marcas presentes em diversas cidades do país, entre elas Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba. “Como elevaremos o nosso volume de produção, teremos condições de aumentar ainda mais a nossa participação na indústria brasileira de cafés torrados e moídos”, afirmou o presidente da cooperativa, Carlos Alberto Paulino.

Presente também na inauguração, o Secretário de Estado de Governo e ex-vice-presidente da Frente Parlamentar Mista em defesa da Cafeicultura no Congresso Nacional, Odair Cunha, comentou a importância econômica e social do café para o Brasil e, principalmente, para Minas Gerais.

“O nosso trabalho em prol do café brasileiro é uma missão política pertinente. Minas Gerais é o estado brasileiro que mais produz o grão e é uma das principais economias do estado. O nosso Governador Fernando Pimentel tem ciência disso e está empenhado em buscar o melhor caminho para a cafeicultura, com a valorização do trabalhador, da manutenção e da geração de novos postos de trabalho”, afirmou.

Participaram da inauguração diretores da Cooxupé, outros secretários de Estado, deputados, prefeitos e lideranças políticas da região. Durante o evento, também foi realizada a abertura da 41ª Expoagro de Guaxupé, da qual o governador foi patrono.

Setor Cafeeiro
Minas Gerais é responsável por 51,5% da produção nacional do café. Nas regiões Sul e Centro-Oeste de Minas estão concentrados 44,73% da produção estadual. O café é o principal produto na exportação de agronegócios que, de janeiro a março deste ano, totalizou US$ 1,8 bilhão, com crescimento de 16,5% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

Fonte: Agência Minas (Com imagem de Osvaldo Afonso/Imprensa MG)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *