Minasul já é a segunda cooperativa de café do Brasil em volume de exportação

Imprimir
A meta inicial para este ano era audaciosa: A Minasul pretendia chegar ao final de 2018 como a terceira cooperativa do Brasil em volume de vendas de café de seus associados, diretamente para os compradores do exterior. A equipe se empenhou, foi atrás de todas as oportunidades possíveis, levou os melhores cafés produzidos na região ao encontro de potenciais compradores e bons ventos começaram a soprar a favor. O 3º lugar, já ficou para trás.

A Minasul fechou o mês de junho com grande êxito nas vendas de café no mercado externo. Somente no último mês 11.952 sacas foram embarcadas, arredondando o patamar do semestre para 97.336 sacas, ou seja, beirando as 100 mil sacas. Esse número é um recorde da própria Minasul em termos de vendas, ou seja, o maior volume alcançado desde que passou a comercializar o produto de seus associados, diretamente com os mercados compradores no exterior há apenas um ano. A façanha acaba de destacá-la como a 2ª segunda cooperativa de café do Brasil com o maior volume em exportação de café, em apontamento do próprio Conselho dos Exportadores de Café do Brasil – Cecafé.

De acordo com o trader Artur Ornelas, entre os maiores mercados compradores do café da Minasul, estão países como os Estados Unidos, Suíça, Itália e Coreia. “A gente percebe que há uma demanda crescente por cafés certificados e com rastreabilidade. São mercados exigentes, que sabem exatamente o que querem. Temos procurado atendê-los da melhor maneira possível ciente de que estamos plantando o futuro das nossas relações comerciais. A medida que cresce a confiança e a nossa credibilidade nesses mercados, crescem igualmente as nossas oportunidades de realizar bons negócios. Estamos abrindo portas e queremos deixa-las assim, cada vez mais receptivas aos cafés nossos associados”, diz.

Para os próximos meses, conforme ele, as expectativas também são muito positivas. “Temos a expectativa de embarcar 25 mil sacas por mês no segundo semestre. Mantendo isso, conseguiremos dobrar o montante atual, obtido no primeiro semestre”.

O grande sucesso nas vendas contabilizam números positivos para a Minasul e reforça a sua credibilidade junto ao mercado, agora, não somente como um ponto de recebimento e beneficiamento dos grãos, mas uma mediadora poderosa entre o produtor e compradores de qualquer parte do mundo.

Fonte: Ascom Minasul

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *