Leilão de café da Conab negocia 4,17% do total ofertado e termina com arremates em preços mínimos

Imprimir

Os leilões públicos de café da Conab (Companhia Nacional da Abastecimento) realizados na manhã desta quarta-feira (3) tiveram negociadas 4,17% das 200 mil sacas de 60 kg ofertadas nos avisos Nº 007/2016 e 009/2016. O produto estava armazenado nos estados de Minas Gerais e São Paulo e foi comercializado pela Companhia através do Sistema Eletrônico de Comercialização (SEC).

Conforme anunciamos ontem, os preços mínimos dos lotes ofertados foram definidos conforme as condições dos cafés armazenados e variaram entre R$ 386,80 a R$ 411,18 a saca. No entanto, os únicos lotes negociados nesta quarta-feira foram arrematados pelos preços iniciais estabelecidos. 

No aviso Nº 007/2016 foi negociado 7,70 mil sacas de 60 kg, 3,96% do total ofertado que foi de 196,50 mil sacas. O valor total foi de R$ 3.076.469,86. Já no Nº 009/2016 foram arrematadas aproximadamente 650 sacas de 60 kg, 16,25% do total, que totalizava cerca de 4 mil sacas, com R$ 260.975,99.

Puderam participar do leilão todos os cadastrados na bolsa de mercadorias por meio da qual pretendiam realizar a operação e os membros deveriam ter situação regular no Sistema de Registro e Controle de Inadimplentes da Conab (Sircoi). Os participantes têm até dia 12 de janeiro para realizar o pagamento dos lotes e posteriormente fazer a retirada do produto com base nas disposições de cada aviso.

Fonte: Notícias Agrícolas (Jhonatas Simião)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *