Indústria de máquinas e implementos agrícolas cresce 24,9% em 2010

Imprimir

A indústria brasileira de máquinas e implementos agrícolas fechou 2010 com alta de 24,9% em relação a 2009. Os números são do Departamento de Economia e Estatística da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) e representam a retomada das vendas após o período de crise econômica.

Segundo Celso Casale, presidente da Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas (CSMIA), o bom desempenho do setor se deve ao esforço dos fabricantes para garantir a competitividade no mercado e à disponibilidade de crédito para o produtor rural, por meio de programas como o BNDES-PSI e o Mais Alimentos, voltado exclusivamente à agricultura familiar.

“Sem esses financiamentos, os produtores não teriam poder de compra para investir na mecanização”, afirma. A meta para 2011 é crescer em torno de 15% e se aproximar dos números de 2008, um dos melhores anos para o segmento na última década.

Entre as principais ações da CSMIA para assegurar o crescimento, está a recente conquista da prorrogação do PSI, que terminaria em março deste ano. “Estamos discutindo com o governo federal a possibilidade de se fixar taxas diferenciadas para o segmento agrícola para atender as necessidades do produtor rural”, destaca Casale.

Além de subir o faturamento, o setor apresentou uma alta de 13,3% no número de empregados. Em dezembro de 2010, a indústria contou com 47,6 mil postos de emprego contra pouco mais de 42 mil em 2009.

Fonte: Abimaq

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *