Indefinição sobre a safra 14/15 de café deixa mercado instável, afirma Cepea

Imprimir

Incertezas quanto ao volume e à qualidade do café que será colhido na safra brasileira 2014/15 têm deixado o mercado interno bastante volátil. Agentes consultados pelo Cepea apontam que o cenário só deve se estabilizar quando as produções nacional e mundial estiverem mais bem definidas.

Em termos globais, relatórios divulgados no final de maio pelo USDA indicam que a produção deve se reduzir no Brasil e na Indonésia, mas pode aumentar na Colômbia e no Vietnã. No geral, as estimativas do USDA mostram produção superior às indicações de institutos nacionais.

Em relação ao mercado brasileiro de arábica, os preços tiveram leve recuperação. O Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6 bebida dura para melhor, posto em São Paulo, fechou a R$ 401,19/saca de 60 kg nessa quarta-feira, 11, alta de 0,9% frente ao fechamento da quarta anterior, 4.

Quanto ao robusta, a cotação permaneceu praticamente estável, com poucos vendedores ativos no mercado. O Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6 peneira 13 acima fechou a R$ 232,74 saca de 60 kg na quarta-feira, 11, leve alta de 0,2% em relação ao dia 4 – a retirar no Espírito Santo.

Fonte: Cepea via CNC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *