Importações de adubo caem com estoque e fila em porto

Imprimir

As importações de adubos e fertilizantes caíram 24% no primeiro semestre, para 6,9 milhões de toneladas, segundo dados da Secex. Em dólares, a retração é de 11%, para US$ 3,2 bilhões. Como os bons preços agrícolas mantêm a demanda aquecida, o uso dos estoques, mais altos no final do ano passado, explica a queda nas importações neste ano.

Com o câmbio mais valorizado e estoques em alta no início deste ano, as empresas preferiram utilizar o adubo armazenado a importar mais.

Carlos Eduardo Florence, diretor-executivo da Ama (Associação dos Misturadores de Adubos do Brasil), também aponta os portos atravancados como motivo da queda.

Nos últimos 40 dias, a chuva paralisou o recebimento de fertilizantes em 22 dias no porto de Paranaguá (PR), que recebe o maior volume de adubo no país. Ontem, 118 navios aguardavam para atracar nos portos de Paranaguá e Antonina. Desses, 46 continham fertilizantes.

Fonte: Folha de S. Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *