Governo reforça apoio às cooperativas

Imprimir

O fomento ao cooperativismo é uma das prioridades do governo federal. Por isso, no lançamento do Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2014/15, na segunda-feira (19), foram anunciados R$ 4,3 bilhões para esse segmento do agronegócio. Outros R$ 3,5 bilhões também estão previstos pelo Programa de Construção e Ampliação de Armazéns (PCA).

A maior quantidade de recursos está no Programa de Capitalização de Cooperativas Agropecuárias (Procap-Agro), que tem o objetivo de apoiar as cooperativas de produção agropecuária, pesqueiras e aquícolas por meio de estímulos de crédito para a recuperação ou reestruturação patrimonial. Ao todo, serão R$ 3,05 bilhões.

O Procap-Agro conta com a modalidade capital de giro, cujo limite de crédito passa de R$ 50 milhões para R$ 60 milhões por cooperativa, taxa de juros de 7,5% e até dois anos para quitação, com seis meses de carência. Em relação à concessão de crédito diretamente às cooperativas para saneamento financeiro por meio da integralização de cotas-partes, os empréstimos podem ser de até R$ 50 milhões, com juros de 6,5% ao ano e pagamento em até seis anos, sendo dois de carência.

Já no Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária (Prodecoop), que visa modernizar os sistemas produtivos e de comercialização do complexo agroindustrial das cooperativas brasileiras, foram programados R$ 1,25 bilhão. O limite é de R$ 100 milhões por operação, com juros anuais de 6,5% e pagamento em até 12 anos (três de carência).

Fonte: Assessoria de Comunicação Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *