Governo de Minas faz um brinde ao café com a proposição de políticas cafeeiras

Imprimir

Nesta terça-feira (5), no Palácio Tiradentes, sede do governo de Minas, o governador de Minas, Antonio Anastasia, fez o lançamento do Fórum da Cadeia Produtiva do Café e do VIII Concurso de Qualidade Cafés de Minas. O evento contou com a presença do secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Elmiro Nascimento; do presidente da Emater – MG e de outras autoridades de órgãos do governo e entidades representativas do setor.

Como o próprio governador mencionou em seu pronunciamento, a presença da maioria dos secretários de Estado e de vários deputados estaduais e federais, demonstra a importância do café para Minas.

O Fórum do Café terá caráter permanente e está sendo instituído sob o comando direto do governador Antonio Anastasia, com o objetivo de ser um canal de discussão, avaliação e proposição de ações para o fortalecimento do setor. A ideia é estreitar o relacionamento entre os vários segmentos da cadeia produtiva do café, como suporte para políticas público-privadas.

O governador destacou a importância do café na economia mineira, citando o momento positivo da produção cafeeira e agrícola do Estado. Em suas palavras, “Cabe ao poder público criar os mecanismos de estímulo, fomento, financiamento, certificação e de todos os quesitos necessários para que a produção ocorra bem”, ressaltou. Ele explicou que o Fórum deverá ser o espaço de comunicação direta entre o governo e representações do setor, para que sejam apontados gargalos e desafios que serão transformados em um amplo programa permanente de política cafeeira em Minas.

Na oportunidade, foi assinado o protocolo de intenções para a realização da 8ª edição do Concurso de Qualidade Cafés de Minas, pelos representantes da Emater, UFLA, Seapa e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia –– Câmpus Machado.

Também participaram da cerimônia, o gerente executivo do Polo de Excelência do Café, Edinaldo José Abrahão; o professor de cafeicultura da UFLA, Rubens José Guimarães e o coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Café (INCT/Café), Mário Lúcio Vilela de Resende.

Após a solenidade, o governador e os demais convidados degustaram os cafés premiados no VII Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais. Os cafeicultores finalistas do Concurso de 2010 também participaram da cerimônia e foram homenageados. 

Acompanhe na íntegra o pronunciamento do Governador Antonio Anastasia:

Fonte: Polo de Excelência do Café

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *