Frente fria deve alcançar áreas produtoras de café depois do dia 12

Imprimir

O tempo deve permanecer aberto e ensolarado durante os próximos 10 dias, permitindo que a colheita de café prossiga sem maiores transtornos nas principais regiões produtoras do País. A avaliação é da Somar Meteorologia. Uma nova frente fria deverá chegar às regiões cafeeiras após o dia 12 de agosto. "O tempo ficará fechado e chuvoso, atrapalhando a colheita e secagem dos grãos de café", informa o agrometeorologista da Somar, Marco Antonio dos Santos.

Conforme a meteorologia, o clima foi favorável à colheita nos últimos dez dias. O tempo aberto, sem chuvas e com a temperatura mais alta ao longo da tarde, permitiu que os trabalhos de colheita seguissem em ritmo acelerado, além de favorecer a secagem dos grãos nos terreiros. O Estado de São Paulo já estaria com 55% da área colhida e Minas Gerais, 48%. A região do cerrado mineiro já apresentaria 60% das lavouras colhidas.

A Somar informa, ainda, que o volume de grãos no chão, que caíram por causa das chuvas ocorridas ao longo do mês de junho, e também nas duas primeiras semanas de julho, está com a qualidade prejudicada. "Estima-se que quase 30% dos grãos dessa safra encontram-se nessas condições", diz dos Santos.

Segundo a meteorologia, a oferta de cafés de qualidade continua baixa. Muitos grãos, em virtude do excesso de dias chuvosos (maio, junho e 1ª quinzena de julho) e com temperaturas relativamente mais altas à tarde, estão saindo de verde para passa, sem alcançar o estágio de cereja, o que pode comprometer a oferta de cafés finos e de boa qualidade.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *