Fiscais intensificam fiscalização contra uso de agrotóxicos ilegais

Imprimir

No primeiro dia de trabalho, os fiscais, coordenados pelo MAPA, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, visitaram 11 propriedades rurais e nove revendedoras de defensivos agrícolas em Mato Grosso. Eles emitiram 14 notificações e apreenderam cerca de 13 mil litros de produtos vencidos e falsificados.

“Estamos visitando as propriedades e verificando se os produtos em estoque são registrados para uso em Mato Grosso e se a recomendação do técnico responsável está de acordo com o que está em uso”, explica Júlio César de Lima, fiscal do Ministério da Agricultura.

Na propriedade na região de Campo Verde os fiscais encontraram embalagens sem rótulo, uma forma de tentar enganar a fiscalização. O proprietário será autuado e poderá responder pelo crime de contrabando. A Polícia Federal foi chamada, mas o dono da fazenda não apareceu.

Segundo o MAPA, existe uma rota da venda ilegal de agrotóxicos. A maioria dos produtos é de origem chinesa, de onde são enviados para o Paraguai, Bolívia ou Uruguai. Por terra ou de avião, os contrabandistas conseguem cruzar as fronteiras do Brasil e os agricultores de Mato Grosso são os principais compradores.

Durante os quatro dias de operação, foram apreendidas 32 toneladas de agrotóxicos irregulares e 765 quilos de produtos contrabandeados. Quatro pessoas foram detidas.

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *