Federação promove III Prêmio Região do Cerrado Mineiro

Imprimir

A Federação dos Cafeicultores do Cerrado entidade que controla, promove e representa a Denominação de Origem – Região do Cerrado Mineiro, promove este ano a 3ª edição do Prêmio Região do Cerrado Mineiro, que tem por objetivo a valorização do produtor, aquele que é o responsável por toda a qualidade e a diferenciação do café da Região do Cerrado Mineiro. É o momento de reconhecimento de todo o trabalho feito desde o plantio e trato da lavoura até a colheita, o grande momento de celebração da safra.

Na edição desse ano serão anunciados os 10 finalistas de cada categoria: café natural e cereja descascado. O Prêmio aumentou: o primeiro lugar receberá R$1.500,00 por saca; o segundo R$1.200,00 e o terceiro R$1.000,00 sendo o lote de 20 sacas. Cada produtor poderá participar com um lote por categoria e por fazenda e tem de 07 de agosto a 09 de setembro para enviar suas amostras.

As amostras dos lotes devem ser enviadas à Federação, via cooperativa ou associação, filiadas a Federação dos Cafeicultores do Cerrado e passarão por duas fases de classificação. Na primeira fase, os lotes serão avaliados seguindo os critérios da SCAA – Associação Americana de Cafés Especiais Em uma segunda fase serão levados em consideração os conceitos de produção: ético, rastreável e de alta qualidade, o que mostra a inovação do “Prêmio Região do Cerrado Mineiro”, que avalia também a maneira de produzir o café, que deve ser sustentável e que compartilhe valor para toda a Região.

Na edição, de 2014, os ganhadores foram Eduardo Pinheiro Campos e AC Café, nas categorias natural e cereja descascado, respectivamente. Os atuais campeões já preparam amostras para tentar repetir o feito e buscar novamente serem tidos como os produtores dos melhores cafés da Região do Cerrado Mineiro, o que segundo ambos lhes trouxe visibilidade e ótimos retornos. Para Juliano Tarabal a edição deste ano promete ser acirrada. “Por onde passamos os produtores se mostram muito empolgados em participar, temos a certeza que receberemos amostras espetaculares e que a comissão de júri terá muito trabalho para encontrar os melhores, mais uma vez” – explicou Tarabal.

Os cafés finalistas foram comercializados em sua grande maioria no mercado nacional, chegando às gôndolas e cafeterias do Brasil. O selo da Região do Cerrado Mineiro, que acompanha as embalagens juntamente com o Selo Especial desenvolvido para o Prêmio são as garantias para o consumidor de que ele está adquirindo um dos melhores cafés da Região do Cerrado Mineiro.

A revelação dos premiados acontece na noite de 05 de novembro, no Center Convention em Uberlândia. A edição desse ano conta com o apoio do Sebrae e Syngenta.
Os produtores que tiverem interesse em concorrer ao Prêmio de Região do Cerrado Mineiro poderão obter mais informações em sua Cooperativa ou Associação filiada ou ainda, através do site www.cerradomineiro.org/premio

Fonte: Ascom Região do Cerrado Mineiro (Sônia Lopes)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *