Evento discute mecanização de lavoura de café adensado

Imprimir

O Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) realiza nesta terça-feira (12), na sua sede em Londrina, a Tarde de Campo do Café, com o tema mecanização da lavoura adensada. São esperadas mais de 300 pessoas, entre estudantes de graduação de ciências agronômicas, cafeicultores e agrônomos.

"Teremos derriçadores portáteis e mecânicos, esqueletadores, sopradores e um equipamento tracionado que recolhe o café, abana e ensaca", explica o pesquisador César Francisco Araújo Júnior. De acordo com ele, essas máquinas são desconhecidas para muito cafeicultores, embora um estudo do Iapar tenha mostrado que essa realidade poderia ser diferente.

"Na zona de aptidão climática ao cultivo do cafeeiro no Paraná há possibilidade de mecanização em 90% da área, mas a gente acredita que esse número não passe de 10%", salienta Araújo Júnior.

O pesquisador lamenta a baixa adesão ao maquinário para o trato com o cafeeiro porque os benefícios  são muitos. Um exemplo é a derriçadeira, usada retirar o grão do galho. Ela aumenta a produtividade em sete vezes em comparação com o trabalho manual, custa em torno de mil reais, um valor compatível até para pequenos agricultores, e ainda minimiza os riscos de perda de qualidade na colheita. "Hoje em dia a mão de obra para cafeicultura é escassa e cara. Estimativas indicam que 50% do custo de produção do café são gastos apenas na colheita. Daí a necessidade de investir em máquinas", esclarece Araújo Júnior.

Também serão discutidos no evento questões relacionadas à segurança em operações mecanizadas; aspectos da relação entre cultivares e mecanização, com apresentação da nova variedade IPR 100 e, ainda, monitoramento agroclimático e cuidados para proteção dos cafezais contra geadas.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no local pouco antes do evento. Mais informações pelo telefone (43) 3376-2373 ou adt@iapar.br

Serviço:
Tarde de Campo – mecanização da lavoura cafeeira
Data: 12 (terça-feira)
Horário: 13 horas
Local: Sede do Iapar, em Londrina (Rodovia Celso Garcia Cid, km 375 – saída para Curitiba)

Fonte: Redação Bonde com AEN

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *