Dia Nacional do Café une empresários da Rota do Café e da Rota do Agronegócio

Imprimir

Nesta segunda-feira, dia 24 de maio, é comemorado o Dia Nacional do Café. Para festejar a data, acontece em Londrina, às 19 horas, na cafeteria O Armazém, o lançamento do café Terra Nova, produzido pela fazenda com o mesmo nome e cultivado por meio do manejo biodinâmico e um dos poucos do País a ser certificado pela Associação de Certificação Instituto Biodinâmico (IBD).

Tanto a cafeteria O Armazém quanto a Fazenda Terra Nova participam do Projeto Turismo Norte Paranaense, iniciado em 2007 pelo Sebrae/PR. A cafeteria é um dos 34 empreendimentos que integram a Rota do Café e a propriedade produtora do café Terra Nova é um atrativo da Rota do Agronegócio.

O Projeto Turismo Norte Paranaense atende aos objetivos do macroprograma de regionalização do turismo, uma política do Ministério do Turismo. As rotas foram lançadas em Londrina, no final do ano passado, após intenso trabalho de diagnóstico das potencialidades da região, mapeamento, visitação, sensibilização dos empreendedores e parceiros, definição de produtos turísticos, realização de roteiro experimental, qualificação dos serviços turísticos, precificação, comercialização e promoção.

O consultor do Sebrae/PR em Londrina e gestor do projeto, Sérgio Garcia Ozório, destaca que a proposta da entidade é estimular o aumento do fluxo de turistas na região norte do Estado, promover a melhoria da competitividade e da sustentabilidade dos empreendimentos, contribuir para o desenvolvimento regional e incentivar o empreendedorismo.

“Após 20 meses realizando trabalho de assessoria aos empreendimentos, consultorias, treinamentos, articulação de parcerias, neste ano, a proposta do Sebrae/PR é estimular ainda mais a capacitação, a promoção e a comercialização dos roteiros, que podem ter duração de um dia ou uma semana”, detalha o consultor.

Cristina Rodrigues Maulaz, barista e proprietária da cafeteria O Armazém, conta que decidiu fazer parte da Rota do Café por considerar necessária a valorização do resgate histórico e cultural do produto que marcou a história do Estado e da região. A empreendedora comercializa cafés de todas as partes do mundo e destaca a alta qualidade do café produzido no norte paranaense. Há seis anos no ramo, a ex-engenheira civil dá algumas dicas para aqueles que desejam apreciar um café especial.

“Não interessa a forma como o café é preparado, seja coador, máquina de expresso, cafeteira frech press… A arte de apreciar um café de qualidade superior exige que o interessado aguce os sentidos do paladar, olfato e visão. A bebida deve ser consumida no máximo em 20 minutos, prazo em que conserva seus atributos e qualidades benéficas à saúde. Os sabores e aromas do café se destacam ainda mais quando a bebida é apreciada sem açúcar”, ensina Cristina Rodrigues Maulaz.

Barista é o profissional especializado no preparo de cafés de alta qualidade, os chamados cafés especiais.

A Rota do Agronegócio reúne 33 empreendimentos, distribuídos em 22 municípios do norte paranaense. Foi desenvolvida para promover a difusão de tecnologias e manejos, promovendo a integração dos empreendedores do agronegócio, a partilha de experiências, a realização de negócios e a valorização do profissionalismo e do pioneirismo da região na agropecuária.

Egon Bertolucci, proprietário da Fazenda Terra Nova, sediada em São Jerônimo da Serra, explica que a agricultura biodinâmica é praticada há quase um século em países como Alemanha, Suíça e França, mercados nos quais esses produtos são vendidos em lojas especializadas e ganham destaque nas grandes redes de varejo.

Os alimentos biodinâmicos são produzidos sem o uso de adubos sintéticos, pesticidas, herbicidas ou hormônios. Nesse modelo produtivo, os químicos são substituídos por adubos orgânicos e o uso de preparados biodinâmicos que harmonizam e intensificam a ligação do reino vegetal com o cosmo.

“O agricultor biodinâmico busca transformar sua propriedade num organismo agrícola, onde todas as atividades são integradas, trabalhando a cura da terra, o bem-estar dos animais, a produção de alimentos saudáveis e o maior contato com os consumidores. O lançamento do café Terra Nova é resultado de um extenso trabalho”, pontua Egon Bertolucci.

A cafeteria O Armazém fica na Rua Goiás, 1.520, loja 12, no centro de Londrina.

Turismo

Em Londrina, as agências de viagens, Terra Nova Turismo – TNT Agricultural Tours, Redon do Brasil, Bless Viagens e Turismo e Bella Vista Turismo são especializadas na comercialização de pacotes para a Rota do Café e Rota do Agronegócio. Essas agências são credenciadas ao Projeto de Turismo Norte Paranaense – Sebrae/PR e estão aptas a atender os turistas de todo o Brasil. É possível obter informações detalhadas sobre a Rota do Café e a Rota do Agronegócio na internet nos seguintes endereços: www.rotadocafe.tur.br e www.rotadoagronegocio.tur.br

Parcerias

Os roteiros têm, além do Sebrae/PR, o apoio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Agência de Desenvolvimento Turístico do Norte do Paraná (Adetunorp), Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Serviço Social do Comércio (Sesc/PR), Londrina Convention & Visitors Bureau, Organização das Cooperativas do Estado do Paraná (Ocepar), Prefeituras, Secretaria de Estado do Turismo, Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Londrina, Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep) e Sociedade Rural do Paraná.

Fonte: Sebrae/PR

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *