Crescimento das exportações de café causa aumento no preço do produto

Imprimir

A primeira refeição do dia está mais cara no estado de São Paulo. Nos últimos 12 meses, o café, o pão e a manteiga apresentaram um aumento expressivo, de acordo com levantamento feito pela Associação Paulista de Supermercados (Apas). O principal “vilão” é o café, que registrou alta de 16,04%. O valor só não vai pesar mais no bolso porque o leite teve queda de 1,96%.

A explicação para o aumento do preço do café está na demanda internacional pelo grão brasileiro. As exportações pressionam o valor no mercado interno. Nas prateleiras dos supermercados, o pacote de 250g custa mais de R$ 3. O de meio quilo chega a R$ 12.

Segundo o levantamento da Apas, de setembro de 2011 a agosto de 2012, o preço do pão francês apontou elevação de 8,37% e a manteiga 7,36%. Apenas o leite registrou queda, diminuindo 1,96%. Em agosto, todos os itens apresentaram alta. O pão francês teve acréscimo de 4,78%, a manteiga de 0,40%, o café de 0,25% e o leite 0,57%.

“Trabalhamos com uma margem reduzida de 8% a cada 500 gramas. Como ela é baixa, fica difícil absorver esse aumento e temos que repassar para o consumidor”, explica Marcos Alves, gerente de supermercado.

O consumidor não parou de comprar, mas já percebe o reflexo no bolso. “Percebi que não é de agora que aumentou”, diz o operador de ponte rolante, José Maria Paes. Na casa da auxiliar de logística Dafne Rodrigues, em Campinas, o café preto é indispensável. “Tivemos que dar uma diminuída. Antes, comprávamos quatro pacotes. Agora, dois”, observa. “A gente tira um queijo ou uma fruta. Mas o café não pode faltar”, completa Fernando Souza, operador de caldeira.

No acumulado do ano, de janeiro a agosto, todos os itens exceto o leite apresentaram elevação: pão francês (6,80%), manteiga (3,16%), café (2,77%) e leite (-1,90%).

Fonte: G1 Campinas e região

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *