Cooxupé recebe Programa Intercâmbio AgroBrazil e apresenta seu café para embaixadas de cinco países

Imprimir
Uma comitiva formada por adidos agrícolas, conselheiros e representantes das embaixadas da Holanda, França, Coreia do Sul, México e Tailândia esteve na sede da Cooxupé, em Guaxupé, no dia 26 de junho, para conhecer de perto a produção de café e os processos que envolvem a classificação e a exportação do produto. A visita integra o Programa de Intercâmbio AgroBrazil, uma iniciativa da Superintendência de Relações Internacionais da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) que busca aproximar produtores rurais brasileiros e os representantes de delegações estrangeiras no Brasil. Nesta etapa em Minas Gerais, o programa teve o apoio da Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (FAEMG).

O presidente da Cooxupé, Carlos Paulino, abriu o encontro com uma apresentação sobre a cooperativa, os últimos resultados, os avanços na área de geoprocessamento, o perfil do cooperado, expectativas para 2018 e os programas de apoio aos produtores. Acompanhado da diretoria, o grupo passou pelo Laboratório de Classificação, onde foram demonstradas todas as criteriosas etapas pelas quais o café do cooperado passa em detalhes, incluindo todo o sistema de segurança envolvido.

Participaram do encontro o Conselheiro Agrícola da Embaixada da Holanda, Gerardus Albertus Rikken; o Ministro da Embaixada da Tailândia, Sorasak Samonkraisorakit; a Segunda Secretária da Embaixada da Tailândia, Phitchanan Panadamrong; o Segundo Secretário da Embaixada da Coreia do Sul, Kiseok Michel Kang; o Adido Agrícola da Embaixada da França Julien Barre; e José Luís González Uribe, Conselheiro Agrícola na Embaixada do México.

Para o vice-presidente da cooperativa, Carlos Augusto Rodrigues de Melo, a visita da delegação tem um papel muito relevante, principalmente, para a divulgação do café. “A aproximação com as embaixadas é muito importante para a Cooxupé porque também é uma forma de divulgação do café. A cooperativa tem uma participação muito ativa na produção e exportação do café no mundo e visitas como estas nos ajudam a atingir o objetivo de divulgar o café brasileiro e fazê-lo chegar a mais consumidores”, afirmou.

Fonte: Phábrica de Ideias – Assessoria em Comunicação via Folha Regional

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *