COOXUPÉ participa de painel sobre oferta de alimentos durante Congresso da ABAG

Imprimir

Com o objetivo de debater a demanda crescente de alimentos e energia para um futuro próximo – até 2020, a oferta de alimentos no mundo terá de crescer 20% – a COOXUPÉ, maior cooperativa de produtores de café do mundo, participa no dia 6 de agosto do 11º Congresso Brasileiro do Agronegócio da ABAG, através do painel “Brasil como ofertante de alimentos. O que será essencial?”.

Representada pelo Superintendente de Mercado Externo da cooperativa, Joaquim Libânio Ferreira Leite, o quadro também contará com autoridades do setor como o Presidente da Monsanto, o Presidente da BM&F Bovespa e o Presidente do Conselho da TNC. “Esse evento trará uma perspectiva muito importante para o setor. Estamos com a ABAG desde sua fundação e temos discutido temas centrais, de importância para a agricultura do Brasil e do mundo”, avalia.

O evento será realizado no Sheraton São Paulo WTC Hotel e contará com uma série de palestras e painéis tratando de temas como: "Tendências Globais para Alimentos e Energias: o Papel do Brasil e Políticas Públicas Fundamentais". Além dos debates, o Congresso realizará homenagens. Na mesma data, serão entregues os prêmios "Ney Bittencourt de Araújo – Personalidade do Agronegócio" e "Norman Borlaug", reverenciando grandes personalidades do setor e suas contribuições ao agronegócio brasileiro.

Sobre a COOXUPÉ

Em 1932, iniciava a história da COOXUPÉ com a fundação da Cooperativa de Crédito Agrícola, transformada em 1957 em Cooperativa de Cafeicultores com atividades de recebimento, processamento e comercialização de café. As exportações tiveram início em 1978 (com o primeiro embarque direto de café).

Atualmente, a cooperativa possui 12 mil cooperados e 1900 colaboradores, e conta com 1 escritório de exportação em Santos e 24 Unidades de Negócio, que prestam assistência técnica, promovem eventos específicos se aproximando dos cooperados e também operam como centros de comercialização e negócios, atendendo as necessidades de cada produtor individualmente. Dos 12 mil cooperados, cerca de 97% são pequenos e médios produtores.

Fonte: Phábrica de Ideias – Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *