Cooxupé participa de debate sobre financiamento durante Fórum Nacional de Agronegócios

Imprimir

Presidente da Cooxupé, Carlos Paulino da Costa, recebeu o prêmio Lide na noite de sexta-feira

A Cooxupé, maior cooperativa de café do mundo com sede no sul de Minas, esteve em Campinas entre os dias 21 e 22 de setembro para participar do primeiro Fórum de Agronegócio, evento organizado pela Lide, grupo presidido pelo empresário João Dória Jr. e o LIDE Agronegócios, liderado por Roberto Rodrigues, ex-ministro da Agricultura.

Representada pelo presidente Carlos Paulino da Costa, a Cooxupé foi destaque no Prêmio Lide, que abriu o evento na sexta-feira, 21, sendo reconhecida por seu comprometimento com o desenvolvimento sustentável na categoria café. Além de receber o prêmio, Carlos Paulino foi um dos debatedores do painel “Novos Rumos para o Financiamento do Agro Brasileiro”, ministrado por Murilo Portugal, presidente da FEBRABAN – Federação Brasileira de Bancos, que aconteceu no sábado, 22, durante o Fórum.

Ao debater o tema, o presidente da COOXUPÉ trouxe para o evento a visão do produtor, que busca nos bancos crédito rural para a safra. “O produtor rural é um bom pagador, mas muitas vezes ele não consegue garantir o retorno do investimento feito na lavoura por uma série de problemas, como o clima. Nesse caso, os pacotes de suporte: crédito, garantias, investimentos em tecnologia e seguros devem ser aperfeiçoados, como acontece em países como Estados Unidos e na Europa. Eles são mecanismos essenciais para garantir que o país continue produzindo e, ao mesmo tempo, proteja o produtor”, avalia.

O fórum contou com a presença do ministro da agricultura Mendes Ribeiro Filho, da secretária de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Mônica Bergamaschi, entre outros nomes importantes do setor, que também debateram temas como: “Os Gargalos Logísticos do Agro Brasileiro”, “Uma Estratégia de Espaço para o Agronegócio no Brasil”, “O Papel do Pequeno Produtor no Desenvolvimento do Agronegócio” e “Desenvolvimento com Sustentabilidade”. Como conclusão, o evento desenvolveu a “Carta Campinas”, que foi lida na presença do ministro da agricultura e tem o objetivo de traçar as perspectivas do setor, sua importância e direcionar novos caminhos para o desenvolvimento do Agro no Brasil.

Fonte: Phábrica de Ideias – Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *