Cooxupé fará aporte de R$ 50 milhões em modernização de centros de pesquisa

Imprimir

Nos últimos anos, a cafeicultura brasileira buscou melhorar a produtividade e a qualidade do grão investindo em tecnologias. Em Minas Gerais, maior produtor de café do país, a Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé) mostrou os planos para 2020, como a meta de investir cerca de R$ 50 milhões na modernização dos laboratórios e centros de pesquisas.

Em um dos laboratórios de análise de solo e de folhas da cooperativa, já foram coletadas quase 44 mil amostras até o momento. Os equipamentos acompanham as novas tecnologias e, o sistema integrado de geração de dados, melhora a produtividade.

Já no laboratório onde são feitas as análises de grãos, são verificados os cafés especiais, para saber se eles estão dentro dos padrões de exigência de exportação. Ali, 46 colaboradores são responsáveis pelo recebimento e expedição do resultado do produto. A proposta é aumentar a remuneração para o cooperado que fornece os melhores grãos.

Fonte: Canal Rural (Por Marcelo Dias)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *