Cooxupé abrirá filial no Espírito Santo e muda exportação para o porto de Vitória

Imprimir

Espírito Santo terá, ainda em 2011, uma subsidiária da Cooperativa Regional de Cafeicultores de Guaxupé (Cooxupé), que é a maior do mundo no setor cafeeiro. A subsidiária da cooperativa mineira ficará no município de Serra, onde foi alugado um armazém com capacidade para 100 mil sacas de café.

Com a abertura da subsidiária, a cooperativa pretende transferir para o Porto de Vitória as exportações de cafés finos que hoje são feitas pelo Porto de Santos. A Cooxupé exporta anualmente cerca de 100 mil sacas de cafés finos, a maior parte delas produzida em Minas Gerais.

A substituição do Porto de Santos pelo Porto de Vitória, segundo o presidente do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), Evair Vieira de Melo, busca a redução de custos. Além de tarifas mais elevadas, no porto paulista há o custo do transporte rodoviário e o pagamento de pedágios em cerca de 20 praças no trajeto da cooperativa de Guaxupé (MG) até o Porto de Santos (SP).

E o interesse da Cooxupé no Espírito Santo não para por aí. Segundo Melo, que acompanhou os dirigentes da cooperativa na visita ao Estado, a instituição já estuda a abertura de uma filial no Espírito Santo para iniciar a operar no mercado de café conilon. O trabalho de ponta desenvolvido pelos pesquisadores do Incaper com o conilon está despertando o interesse do mercado no café capixaba.

Além de ser a maior cooperativa de café do mundo a Cooxupé figura entre as cinco maiores exportadoras do país. Além de exportar café, a cooperativa tem uma unidade torrefadora para atender ao mercado interno.

Na avaliação do presidente do Incaper a presença da Cooxupé será altamente positiva para os cafeicultores capixabas e também para as cooperativas locais de menor porte. "O Espírito Santo só tem a ganhar com isso. E as pequenas cooperativas também, porque abre a possibilidade de novas parcerias", destaca Melo.

Fonte: Jornal A Gazeta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *