Conselho Nacional do Café solicita ao governo medidas para o setor

Imprimir

Preocupados com as especulações no mercado, oConselho Nacional do Café (CNC) solicitou que ao governo federal que haja a confirmação, por parte da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), no próximo mês, do tamanho da safra que o Brasil colherá este ano.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)apontou a colheita atual em 47,8 milhões de sacas, montante que se enquadra no gap divulgado pela Conab em janeiro, de 46,98 milhões a 50,16 milhões de sacas.

Em reunião com o Ministério da Agricultura, o CNC solicitou ainda a confirmação do reajuste do preço mínimo de garantia para o café, de forma que se torne compatível aoselevados custos de produção. Atualmente, a cotação mínima estipulada para o café, em vigência desde 2009, é de R$ 261,69 por saca de arábica e de R$ 156,57 por saca de conilon.

Ainda na audiência com os representantes do Ministério da Agricultura, o conselho debateu a implantação, em caráter emergencial, de um misto de Programa de Opções e Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro), com o objetivo de diminuir a concentração de oferta no período de colheita que se aproxima.

Fonte: Revista Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *