China destina U$ 450 milhões para impulsionar cafeicultura

Imprimir

A Província do sudoeste da China, Yunnan, investirá 3 bilhões de yuan (US$ 453,32 milhões) para promover a indústria de café na próxima década, informou o diretor da Associação de Café de Yunnan, Xiong Xiangru.

Ele disse que a maior parte do dinheiro será investida na melhora da qualidade da terra, com a finalidade de converter terrenos estéreis em plantações de café, bem como na construção de centros de pesquisa e na capacitação dos agricultores no cultivo do grão. O Governo da Província também oferecerá subsídios às empresas processadoras de café que tenham planos bem estruturados, disse ele.

O Governo da Província fixou o objetivo de que a produção anual de grãos de café alcance 200.000 toneladas em 2020 em comparação com as atuais 38.000 toneladas. Para cumprir com essa meta, ao longo dos próximos cinco anos, a Província deverá converter em plantações de café cerca de 66.667 hectares de terra, disse ele, acrescentando que atualmente Yunnan conta com 33.333 hectares de cultivos de café, que representam 98% do total cultivado no país.

A indústria de café é fonte de renda para mais de 300.000 pessoas nas áreas da fronteira da Província, disse ele. As informações partem da agência Xinhua, segundo noticiou o CaféPoint. As informações partem de agências internacionais.

Fonte: Safras & Mercado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *