Cecafé participa da semana internacional do café

Imprimir
A Semana Internacional do Café (SIC), uma das principais ações de valorização do café de Minas Gerais e do Brasil, acontece em Belo Horizonte, capital do maior Estado produtor do Brasil, de 7 a 9 de novembro, na Expominas. O Cecafé – Conselho dos Exportadores de Café do Brasil -, principal representante na defesa dos interesses do setor exportador cafeeiro, estará presente, como forma de reforçar sua participação ativa nas discussões nacionais e globais sobre sustentabilidade, para ampliar e promover os seus projetos e programas.

Tendo a Responsabilidade Social e Sustentabilidade como um de seus principais pilares, o Cecafé apresentará os seus programas e sua proposta de trabalho para os próximos anos, com base no fortalecimento de parcerias e a ampliação de ações em prol da sustentabilidade da cafeicultura brasileira. A entidade acredita que esse é o principal caminho para potencializar os resultados, bem como, promover o diálogo entre instituições diferentes com objetivos em comum.

“O evento é uma grande oportunidade para o Cecafé reforçar as parcerias com o comércio exportador, instituições de pesquisa e ensino, empresas públicas e privadas, ONGs, associações, importadores, torrefações e consumidores, fator fundamental para fortalecer a resiliência do café nacional e continuarmos como potência mundial no setor”, afirma Nelson Carvalhaes, presidente do Cecafé.

No evento, a entidade é a protagonista do estande multistakeholder, que conta com a parceria do Instituto Inpacto – Instituto Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo -, a Fundação Neumann, a Plataforma Global do Café (GCP) e o apoio da empresa 3 Corações e da cooperativa Cooxupé – Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé. Cada parceiro estratégico possui ações distintas: o InPACTO tem como missão a erradicação do trabalho análogo ao escravo nos diversos setores econômicos do Brasil. Já a Fundação Neumann possui suas raízes no agronegócio do café, promovendo o desenvolvimento sustentável por meio do empoderamento dos produtores e de suas famílias, assim como a Cooxupé e o Grupo 3 Corações, que empregam a sustentabilidade em suas operações. A Plataforma Global do Café (GCP), com mais de 200 membros, tem como principal objetivo fortalecer um setor cafeeiro sustentável, que ofereça boas condições de vida para agricultores e trabalhadores e assegure sua permanência na atividade enquanto protege os recursos naturais.

Fonte: Cecafé via Notícias Agrícolas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *