Cafeína ajuda a perder peso? Veja 5 mitos sobre a substância

Imprimir

Não importa se você é louco por uma xícara de café, ou se odeia a bebida: provavelmente deve ter fortes sentimentos sobre a cafeína. A verdade é que a substância é cercada por muitos mitos, e o site do jornal Huffington Post reuniu os 5 principais. Confira.

1. Cafeína causa desidratação
Sim, a cafeína de fato tem efeito diurético, mas lembre-se que ela geralmente é consumida na forma de café ou chá. Ou seja: a própria água destas bebidas já compensam este efeito. Um estudo feito este ano sugere que consumidores habituais de café podem acabar desenvolvendo certa resistência aos efeitos da desidratação.

2. Versão descafeinada não tem cafeína
Um teste feito em 2007, feito em 36 xícaras de café, mostrou que algumas versões tinham até 20 miligramas de cafeína – o que é significativamente menos do que a bebida tradicional, mas ainda assim, não é a mesma coisa que nada.

Um estudo de 2006 feito na University of Florida também mostrou que o café descafeinado não significa “livre de cafeína”. “Se alguém toma de cinco a dez copos de café descafeinado, a dose de cafeína pode facilmente alcançar o nível presente em um copo ou dois da versão normal”, disse o co-autor do estudo, Bruce Goldberger.

3. O café pode te deixar sóbrio
Junto com um banho de água fria, o café ainda é adotado como recurso por muitas pessoas que se sentem um pouco “altas” e precisam de sobriedade. Mas um estudo de 2009 examinou os efeitos da cafeína em ratos que haviam ingerido um pouco de álcool. Os animais que ficaram “sóbrios” com a cafeína se mostraram mais alertas do que os sem a substância, mas ainda assim apresentavam dificuldade para circular por um labirinto, quando comparados com os animais verdadeiramente sóbrios.

Segundo o co-autor do estudo, Thomas Gould, o mito sobre os poderes do café neste sentido deve ser quebrado, pois caso contrário “pode levar a decisões erradas com resultados desastrosos”.

4. A cafeína só faz mal
Claro que existem riscos, especialmente quando há a ingestão de altas doses de cafeína, mas também existem algumas vantagens. Por exemplo, a cafeína está associada à diminuição do risco de sintomas da doença de Parkinson; pode afastar o Alzheimer e, para os fãs de academia, é um bom recurso para dar mais energia durante o treino.

5. A cafeína pode ajudar na perda depeso
A cafeína de fato é o princípio ativo em muitos produtos para a perda de peso, e parece aumentar ligeiramente o metabolismo de acordo com um estudo de 2010, publicado no Journal of Obesity. No entanto, os efeitos não trazem perda de peso significativa ou permanente, conforme observa Katherine Zeratsky, da Mayo Clinic.

Por isso, esqueça: algumas xícaras de café não representam uma resposta à epidemia de obesidade, especialmente porque muitas pessoas não abrem mão do açúcar e de um pouco de creme junto com a bebida.

Fonte: Terra (Saúde)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *